3 de julho de 2010

50 melhores escritores britânicos pós-1945

No começo de 2008, e isso parece muito, mas muito distante, o jornal The Times publicou uma lista com os 50 melhores escritores britânicos pós-1945. A lista, como sempre, trás algumas surpresas, mas não deixa de ser, em sua essência, muito justa. Destaco abaixo os 10 primeiros colocados.

  1. Philip Larkin – Poeta nascido em  9 de Agosto de 1922 em Coventry, larkin teve seu primeiro livro, The North Ship, publicado em 1945. Graduou-se em Língua Inglesa e Literatura em Oxford, tornando-se depois bilibotecário por 30 anos da University of Hull. Larkin faleceu em 2 de dezembro de 1985.  Obra recomendada: The Whitsun Weddings (1964).
  2. George Orwell – Pseudônimo de Eric Arthur Blair, nasceu em 200px-GeoreOrwellMotihari   em 25 de junho e 1903. Jornalista, ensaísta e romancista, sua escrita é marcada por descrições concisas de eventos e condições sociais e o desprezo por todos os tipos de autoridade. Orwell faleceu de tuberculose aos 46 anos, em janeiro de 1950. Obra recomendada: 1984 (1949)
  3. William Golding – Filho de um professor, Golding nasceu em 19 de william golding setembro de 1911, nas cidade de St. Columb Minor. Cursou ciências naturais em Oxford, e serviu na marinha durante a 2ª Guerra. Em 1983, foi o ganhador do Nobel de Literatura. O escritor faleceu em 19 de julho de 1983, em Perranarworthal. Obra recomendada: To The Ends of the Earth - Rites of Passage (1980)
  4. Ted Hughes – Nascido em West Yorkshire no dia 17 de agosto de 1930, foi um poeta e escritor de livros infantis, considerado pela crítica com um dos melhores poetas de sua geração. Hughes faleceu em 28 de outubro de 1998. Obra recomendada: Crow (1970)
  5. Doris Lessing – Nascida em 22 de outubro de 1919, foi oficialmente  batizada como Doris May Tayler, em Kermanshah, no Curdistão iraniano, onde viveu até os 6 anos de idade. É autora de obra prolífica, que cobre um vasto leque estilístico, indo da autobiografia à ficção científica, com claras influências do modernismo. Recebeu o Nobel de Literatura em 2007, aos 87 anos de idade, sendo a pessoa mais idosa que jamais o recebeu. Obra recomendada: O Carnê Dourado (1962).
  6. J.R.R. Tolkien – Nascido em Bloemfontein, África do Sul, em 3 de  janeiro de 1892, foi escritor, professor universitário e filólogo britânico. Cursou Letras em Exeter, e lutou na 1ª Guerra Mundial, onde começou a escrever seus primeiros rascunhos. Foi professor de anglo-saxão na Universidade de Oxford, sendo considerado um dos maiores especialistas no assunto. Mesmo precedido por outros grandes autores, é considerado o pai da moderna literatura fantástica. Tolkien faleceu em Bournemouth, em 2 de setembro de 1973. Obra recomendada: O Senhor dos Anéis (1954 – 1955).
  7. V. S. NaipaulVidiadhar Surajprasad Naipaul, nasceu em 17 de  agosto de 1932 em Trinidad & Tobago. Radicou-se na Inglaterra em 1950, para onde foi afim de estudar. Foi agraciado com o Nobel de Litertura em 2001. Obra recomendada: In a Free State (1971).
  8. Muriel Spark – Nascida em 1º de fevereiro de 1918,  Muriel Sarah  Camberg, era filha de pai judeu e mãe anglicana. Foi educada em uma escola só para mulheres, e ensinou Inglês por um breve tempo. Em 1944, vivendo no Reino Unido, trabalhou para a inteligência britânica durante a 2º Guerra Mundial. Após a guerra, Spark tornou-se escritora profissional e assinava, tanto os poemas, como as críticas literárias, com o nome de casada. Muriel faleceu em 13 de abril de 2006. Obra recomendada: A Primavera da Srta. Jean Brodie (1961).
  9. Kingsley Amis – Nascido em Londres em 16 de Abril de 1922, revelou-se como um dos maiores prosadores ingleses pós 2º Guerra Mundial, no grupo chamado Angry Young Men (Jovens Revoltados). Lançou seu primeiro romance em 1954, Lucky Jin, que lhe trouxe fama e algum dinheiro. Foi vencedor do Man Booker Prize em 1966 e recebeu grau de cavaleiro em 1990. Obra recomendada: Take a Girl Like You (1960).
  10. Angela Carter – Nascida em 1940, foi muito conhecida por sua literatura pós-feminista e seu realismo mágico, sem falar em trabalhos de ficção científica. Foi uma escritora prolífica, em muitas áreas: do romance ao ensaio, da literatura fantástica à infantil. Seu interesse simultâneo pelo feminismo e pela literatura a levou a reescrever, pelo ponto de vista feminino textos de autores como o Marquês de Sade. Angela faleceu em 16 de fevereiro de 1992, em Londres. Obra recomendada: The Bloody Chamber (1979).
  11. Beryl Bainbridge – A escritora, nascida em Liverpool, e 5 vezes indicada ao Man Booker Prize, faleceu ontem, aos 75 anos. Beryl recebeu grau de Dama no ano 2000.

Repararam Rowling na lista?!?

Via | The Times

6 comentários:

  1. Gosto muito de Harry Potter, mas a concorrência era grande, e com autores que não ficaram em uma zona de conforto como ela permaneceu por tanto tempo.

    Acho que a menção na lista já é bastante justa.

    ResponderExcluir
  2. Respostas
    1. eu nao li todos os autores citados na lista, mas acho que uma vaguinha pro Gaiman seria justa. E, se for pra considerar quadrinhos tambem, com certeza o Alan Moore!

      Excluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar