21 de junho de 2011

17 livros para se ler no inverno

imageNo ano passado decidi pedir aos leitores que indicassem bons livros para se ler durante o inverno. Não queria dizer exatamente que os leria durante a estação, mas sim que são livros bons para se ler nesta época do ano, seja pela paisagem ou pelo clima que sua leitura inspira. Enfim, as indicações eram livres, e, como houve retorno, porque não repetir a dose este ano? Foi o que fiz, convidando os leitores a indicarem mais uma vez seus livros através da chamada feita neste post. O retorno, novamente, superou minhas expectativas, e você pode conferir os indicados abaixo.

A Elis, do blog A Magia Real, indicou os seguintes livros:

Nossa eu poderia justificar cada uma delas, mas se ler a resenha vai notar...e como você não disse se era para ser um ou vários optei por vários....gostei de todos esses cada um ao seu modo...beijokas elis

[Os links levam ao blog da Elis, onde ela já resenhou os livros que indicou].

A Luma, do Luz de Luma, deixou como dica o seguinte livro:

Bem, vou indicar o livro que está aqui do meu lado de A. C. Grayling de, "O significado das coisas". Anterior a ele li "The Good Book: A Humanist Bible" que está entre os livros mais lidos na Inglaterra no primeiro semestre. Qualquer livro deste autor é bom, mas para ler em paralelo com outros - de vez em quando você terá que dar uma pausa, tomar um café, chá ou qualquer coisa quente - para refletir o que leu. Já deu para perceber o tipo de leitura que gosto! ;) Bom fim de semana! Beijus,

Por sua vez, o Jorge Leberg, do Confissões de um Bibliófago, deixou indicado três obras de Dostoiévski:

Não sei se devido ao clima frio da Rússia, se por estas obras evidenciarem mais tal clima (e, consequentemente, dando mais importância ao mesmo, sobretudo para a trama) que outras do mesmo autor, ou só arranjando pretexto mesmo para te indicar alguns dos livros do meu escritor favorito, mas até agora te trago três recomendações, acho eu, bem adequadas a esta estação: o romance O Idiota, o conto Sonho de um Homem Ridículo (este contido na edição Duas Narrativas Fantásticas, da 34) e a novela Memórias do Subsolo, todas elas obras de Dostoiévski. Abração!

De minha parte, deixo indicado mais três quatro, que caem como uma luva nestes tempos de inverno:

O primeiro, Jane Eyre, de Charlotte Brontë, li por indicação de uma bibliotecária, e me surpreendi com a história contada. Pode até ser romântica e longa demais, mas a atmosfera do livro é perfeita para esta época do ano. O segundo, é O Mistério da Ilha de Tokland, um dos livros mais surpreendentes que li durante meus tempos de escola. Somos, a cada página, envolvidos pela narrativa de Joan Manuel Gisbert, em busca da verdade sobre a misteriosa ilha. Já Ganhando Meu Pão, talvez seja meu livro preferido de um escritor russo. Trata-se da segunda parte da autobiografia romanceada de Maksim Górki, que inclui também Infância e Minhas Universidades.  E o talvez da frase anterior abre espaço para mais uma indicação: O Capote, do genial Nikolai Gógol.

Então fica assim. Bom inverno, e boas leituras.

Para saber quais livros foram indicados no ano passado, clique aqui.

14 comentários:

  1. Vamos ver agora se você dá conta de todos esses livros, rs. Aguardo resenhas.

    E espero que tais leituras tragam, em consequência, ótimas contribuições pro Poesia em Prosa, viu? Abração!

    ResponderExcluir
  2. Jorge,

    Então, não há como ler tantos livros em tão pouco tempo - apesar de, se fosse possível, achar que seria bastante agradável - então vou me satisfazer escohendo um ou dois deles. O inverno nem é assim tão longo, e tenho que estudar para um concurso.....mas é isso aê.

    Valeu mesmo pelas indicações, grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Mas, de qualquer forma, poderá ler todos os 17 livros gradativamente, e isso é o que importa. De preferência, começa pelos contos *tendencioso, rs*.

    E achei muito sensato você ter continuado com o mesmo header, afinal ele é tão bonito, sem exageros, e já faz parte da identidade do blog. Abração!

    ResponderExcluir
  4. Jorge,

    Com certeza as indicações ficam anotadas, e sempre haverá tempo para lê-las. Quanto ao reader, gosto muito dele, e na verdade ele é bem simples: foi feito no Photoscape, usando a fonte Labirynth, que baixei em algum lugar que não me lembro o nome, mas fontes são bem fáceis de se encontrar.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Essa fonte é linda mesmo, e caiu muito bem ao estilo do seu blog (e vice-versa). E também faço as artes para meus blogs no Photoscape. Abração!

    ResponderExcluir
  6. Oi voltei para comentar...rsrs...Lu não conheço nenhum dos outros livros indicados, mas gostei das dicas, quem sabe um dia um desses cai na minha mão...\o/....beijokas Elis!!!!!!

    ResponderExcluir
  7. Elis, o bom das indicações é isso: ficamos com elas na cabeça, uma hora, quando a oportunidade surgir, aproveitamos para ler ;)

    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar