10 de outubro de 2011

Lua Nova: Série Crepúsculo Livro 02 [Resenha #030]

Lua NovaSete meses após de ter lido Crepúsculo, resolvi retornar ao mundo dos vampiros bonzinhos para ver se Bella Swan por fim ficara com Edward, mas, para minha surpresa, descobri que o cara sumiu, e a aberração bonitinha da vez é o Jacob Black. Passada um pouco a frustração, me perguntei quais as chances, mesmo nos reinos da ficção, de, em uma pequena cidade, uma garota se envolver com uma família de vampiros e, logo depois, ter uma quedinha por lobisomens. Pergunta besta, eu sei, no reino da ficção tudo é possível.

Pois é, Edward fora embora e deixara Bella para trás, dizendo que não a amava – como ele é trágico! Na verdade todos os Cullen foram embora, deixaram a chuvosa Forks para trás, em busca de um novo lugar para, sabe-se lá pela centésima quantas vezes, recomeçar a vida. Tudo por causa de uma festa de aniversário para Bella, ocorrida na casa dos Cullen, onde a mocinha desastrada se corta, tornando-se, de repente, apetitosa demais para os vampiros abstêmios. Senti falta de Carlisle e sua esposa, Esme. Gostaria muito que, depois de concluída a história Bella x Edward, Stephenie Meyer se dedicasse a nos contar a história do chefe da família. Seria interessante.

E, por falar na história Bella X Edward, neste livro me tornei membro do #teamjacob. Edward foi egoísta demais em sua decisão de deixar Bella, e torci a cada página para que o amor de amigo que ela sente por Jacob evoluísse e se tornasse algo a mais, porém, ao que parece, ela não leva a sério a frase que diz que nada como um novo amor para curar um velho amor. Creio que ela seria mais feliz com Jacob, pois envelheceriam juntos, enquanto Edward, egoísta como só ele, prefere manter Bella humana, para não corromper sua alma – ai! Tudo bem que ele tem 110 anos, mas como ele é fresco!– e, com isso, vê-la envelhecer e morrer só para depois ele também desistir de sua vida imortal e dar um jeito de acabar com ela.

Espera aí: se ele a ama, não seria bem mais fácil e proveitoso para ambas as partes se ele a transformasse em vampira e vivessem felizes para sempre? E lembrem-se que o “para sempre” aqui é “para sempre” mesmo.

E uma coisa que começou a me incomodar foi o modo como a autora descreve os vampiros: eles são lindos, absurdamente lindos. O problema é que o que é absurdamente lindo para mim pode não o ser para uma outra pessoa. Sem contar os momentos onde ela descreve o hálito de Edward como “doce”. Sei lá.

No final, depois de uma aventura pela Itália – graças ao trágico Edward – onde conhecem três vampiros lendários da família Volturi, voltam para Forks e as coisas começam a se acertar. Mas esta coisa de vampiro é mesmo uma praga. Estou louco para saber se ela se transformará em uma legítima membro da família, se ficará com Edward, se magoará ainda mais Jacob Black, enfim, fiquei preso na trama, e me recuso a assistir aos filmes antes de ler os livros – apesar de já ter visto o primeiro, então Edward tem a cara do Robert Pattinson, Bella da Kristen Stewart e Jacob a cara do Taylor Lautner. Dá para sobreviver.

Lua Nova continua ingênuo, mas isto se deve, creio, ao público a que é destinado. Até o final do ano pretendo ler Eclipse. Veremos o que ele me reserva.

Lua Nova: Série Crepúsculo Livro 02 (New Moon, 2006Tradução de Ryta Vinagre) Stephenie Meyer– 480 páginas, ISBN 9788598078359 Editora Intrínseca.

{ C }

 

14 comentários:

  1. Bahhh sinceramente eu acho esse o pior livro da saga, totalmente sem noção, so o final que da uma melhorada mesmo! XD

    ResponderExcluir
  2. Nossa! Achei que não tinha ninguém ainda lendo estes livros!
    Eu virei "fã" (que não me escute ninguém!!) em eclipse. Os outros terminei lendo meio que sem vontade. Mas a vontade de saber se Bela vira ou não vampiro me manteve firme!!
    Agora de Eclipse gostei mesmo. Amanhecer teve partes que cortaria mas mesmo assim foi otimo.

    ResponderExcluir
  3. Olá Kézia,

    Também não consegui entender meuio bem a utilidade dele para a série, mas tudo bem, veremos que o terceiro livro proporciona. Tomara que melhore mesmo.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  4. Lilita,

    Dificilmente verá aqui livros que todos estão lendo, rsrs. Pra ter uma ideia, a resenha anterior a esta foi de Encontro com Rama, de Arthur C. Clarke. Esta também é minha curiosidade, saber se bela se torna humana, e ela pode sofrer a todo momento com spoilers sobre os filmes, mas fazer o quê. Espero que a série melhore nos próximos livros, e traga mais atrativos. Veremos.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  5. Ah sabe qual meu problema com essa série, quando estava lendo gostei muito, vibrei com a história, mas ai vem minha mente obsessiva com análises e faz o negócio desandar porque se começamos a olhar com criticidade para os quatro livros a coisa complica, carambolas atômicas cheguei a duvidar da minha sanidade dizendo que tinha gostado hehehehehe... mas enfim é divertido, ah esse foi o que menos gostei também

    ResponderExcluir
  6. Que raiva, acabei de perder um comentário.....mas vamos lá.

    Minha esperança com Crepúsculo é que tenha, agora atingido o fundo do poço, e que as coisas comecem a melhorar. Não é uma série que se tonará das minhas preferidas, mas continuo curioso com o que pode acontecer.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  7. Oie, Lu tudo bem?

    Você sabe que adoro a saga mais esse livro foi o que menos gostei, não faria falta se a autora não tivesse escrito hehehe.

    Beijos
    Não deixe de visitar o Blog Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  8. Tem essa, não vejo como ele é um livro fundamental para a série, não "rima". Veremos como o próximo se sai.

    Beijo.

    ResponderExcluir
  9. Luciano,

    No outro comentário disse que o meu preferido foi Ecipse, mas confundi os nomes, na verdade foi Amanhecer.
    Leia logo os outros dois que eu quero comentar o final com você!!

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joelma, fechado! Assim que terminar de lê-los te aviso ;)

      Excluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar