19 de março de 2012

Para Sempre [Resenha #043]

image

 

 

 

Sinopse: A vida que Kim e Krickitt Carpenter conheciam mudou completamente no dia 24 de novembro de 1993, dois meses após o seu casamento, quando a traseira do seu carro foi atingida por uma caminhonete que transitava em alta velocidade. Um ferimento sério na cabeça deixou Krickitt em coma por várias semanas. Quando finalmente despertou, parte da sua memória estava comprometida e ela não conseguia se lembrar de seu marido. Ela não fazia a menor ideia de quem ele era. Essencialmente, a "Krickitt" com quem Kim havia se casado morreu no acidente, e naquele momento ele precisava reconquistar a mulher que amava.

Se fosse para definir, diria que “Para Sempre” é uma mistura de autobiografia com autoajuda. Gosto muito dos livros da primeira categoria, mas costumo correr dos da segunda. No caso de “Para Sempre”, abri uma exceção, pois a história de Kim e Krickitt é bastante curiosa, e me lembrou o clássico da Sessão da Tarde “Como se Fosse a Primeira Vez”, onde uma mulher sofre de falta de memória de curto prazo, o que faz com que ela rapidamente se esqueça de fatos que acabaram de acontecer, fazendo com que seu namorado tenha de reconquistá-la novamente todos os dias. Com Kim e Krickitt aconteceu quase a mesma coisa.

É muito bonitinho como tudo começa, como se conhecem por telefone e se apaixonam um pela voz do outro – nos dias atuais, com que frequência isto acontece? – e em como iniciam um relacionamento ternamente puro que, alguns meses depois de casados, viria a ruir, ao menos da forma como o conheceram: após sofrer um grave acidente, Krickitt perde parte de sua memória, e não se lembra de que é casada, nem mesmo se lembra quem é Kim. A partir de então, apesar de todas as inconstâncias que a lesão cerebral provoca nela, e das incerteza sobre o futuro, Kim fica ao lado da esposa, e a ajuda como pode.

Grande parte do alicerce que fizeram com que seguissem em frente e superassem suas dificuldades foi a fé em Deus, que é ponto recorrente na narrativa, e é emocionante ver como ambos se entregaram a esta fé, e o quanto confiaram suas vidas e seu destino, pedindo para que fossem fortes o suficiente para que tudo voltasse a ser, pelo menos, parecido com o que era antes do acidente. Em alguns trechos, onde Kim cita frases que Krickitt escrevera em seu diário, fica bastante clara toda a fé e confiança que possuem, assim como a certeza de que seriam atendidos.

É uma história inspiradora de fé, determinação e superação. Narrada por Kim, o marido, comemoramos com ele cada passo dado rumo à melhora clínica de Krickitt, e de seus esforços para retomarem seu casamento. Não deve ter sido nada fácil reconstruir algo que apenas acabara de começar a ser construído. A perseverança de ambos é invejável, e, como de praxe nos livros de autoajuda, um exemplo.

 

Para Sempre (The Vow, 2012Tradução de Ivar Panazzolo Júnior) Kim e Krickitt Carpenter – 144 páginas, ISBN 9788581630083, Editora Novo Conceito.

{ C }

64 comentários:

  1. Luciano,

    Olhando pela capa você imagina algo completamente diferente...
    Mas já tinha lido uma resenha desse livro e imaginava do que se tratava. Deve ser algo como A CAbana para apaixonados... rs
    Apesar de ser cristã, não gosto dessa narrativas com 'pregações' embutidas...
    Mas por seu uma história real, acho o livro válido, deve ter sido muito difícil super todos esses problemas...
    E eu adoro esse filme do Adam Sandler que vocÊ citou!

    =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joelma, também sou cristão, e, algumas vezes, elas também não me caem bem não, como aconteceu com "A Cabana". Mas gostei bem mais de "Para Sempre" que dele.

      E este filme é bom mesmo, é meu segundo preferido do Sandler, o primeiro é Espanglês.

      Abraços.

      Excluir
  2. A história me lembroou tambem o filme do Adam Sandler, por isso quero tanto le. Vai tr sorteio?

    ResponderExcluir
  3. Luciano

    Também não sou muito voltada a leitura sobre auto ajuda, mas costumo abrir algumas exceções. Gostei da ler a história do casal Carpenter e realmnete é uma lição de vida, de superação e muito amor.
    Adoro ler suas resenhas, pois tens o dom de conseguir descrever a obra com toques opinativos.
    Beijos
    Irene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Irene, a gente tem que peneirar muito bem este gênero para encontrar alguma coisa boa. Felizmente este é o caso de "Para Sempre". Ah, e tento falar mais do que achei que da história em si, tenho muito medo de soltar um spoiler, rsrs.

      Beijos.

      Excluir
  4. Adoro histórias de amor, principalmente quando o casal precisa se unir ainda mais para superar um obstaculo. Amei S2

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vanessa, se é assim tenho certeza de que vai gostar muito de Para Sempre: Kim e Krickitt precisaram de muita força para superar a situação na qual se encontravam.

      Excluir
  5. Também não é muito o meu tipo de livro preferido, mas sempre estou disposta a dar uma chance a um livro, especialmente se ele cair na minha mão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Cris, também penso desta forma: nunca "refugo" uma leitura, posso até deixar para depois, mas uma hora dou uma chance a tudo que me vem em mãos.

      Excluir
  6. Adorei a história.. parece encantadora,, quero muito este livroo!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Carolina, tenho certeza de que gostará dele ;)

      Excluir
  7. Este livro mostra que quando você ama realmente uma pessoa você pode passar por cima de qualquer barreira ou dificuldade pra ficar ao seu lado. Ótima resenha, já vi o filme e achei muito legal só falta agora ler o livro!

    Abrc!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Diego, gostei do livro agora preciso ver o filme, fico curioso para saber como transpuseram tudo para a telona.

      Abraços.

      Excluir
  8. Esse livro parece ser muito bom e eu tô louca pra ler. Ótima resenha

    ResponderExcluir
  9. Olá!!!

    Já li algumas resenhas desse livro e estou louca para lê-lo, apesar de ter essa questão de religião que eu fico com um pé atrás...
    bjos

    ResponderExcluir
  10. Eu tenho uma teoria em relação a comentar um livro: "você sempre pode ser mal ou pode ser generoso" eu tenho a impressão que vc decidiu ser generoso com o livro. Eu não leio auto-ajuda, como sou cristã em momentos de crise recorro a boa e velha Bíblia e tenho minhas ressalvas em relação a esse tipo de romance como "Para sempre", mas quando leio morro de chorar com os personagens e se for para comentar sempre prefiro ressaltar qualidades!!!

    Ah, obrigada pela visita lá na Caixa, sim estou lendo mais um livro de Terry Pratchett sou super fã dele e super indico qualquer coisa dele!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pandora, também tenho minhas reservas quanto a gênero, e li "Para Sempre" como leria Nárnia, por exemplo, sem buscar nada de positivo, nenhum ensinamento - apesar de que sim, eles estão lá a todo momento.

      Excluir
    2. Eu sou apaixonada por Narnia, fã mil vezes, de ser um livro clássico para quem curte teologia/literatura infantil e realismo fantástico, ou seja, sem comparação possível!!!

      Excluir
    3. Nárnia ainda não conseguiu me prender, tanto que parei depois de "Príncipe Caspian" - estou lendo na ordem cronológica, e não a de lançamento - mas nem foi minha intenção compará-las, apenas disse que leio ambas de mente aberta, igual ;)

      Excluir
    4. Também li Narnia na ordem cronológica, foi uma leitura emocionante, sou apaixonada pelo trabalho do C. S. Lewis, pela forma como ele conseguiu transformar o seu pensamento teológico em contos de fadas. Sua narrativa me encanta demasiado :)

      O que não acontece com C. S. Lewis, putz eu não consegui até hoje ler "O Senhor dos Anéis" e nem "O Silmarillion", meu irmão já leu trechos para mim, já assistimos os filmes trocentas vezes, mas a narrativa dele não me pega...

      É assim mesmo livro é feito gente as vezes nos encanta as vezes não!!!

      Excluir
    5. Eu tive altos e baixos com Nárnia: acho "O Cavalo e Seu Menino" perfeito, mas Caspian meio que me desanimou. Já Tolkien, bem, sou grande fã da Terra Média e gostei muito até mesmo de "Mestre Gil de Ham", que não se passa lá. Mas é aquela questão: gosto é uma coisa muito particular ;) o bom mesmo é ler

      Excluir
  11. Tô louca para ler esse livro apesar de ber algumas resenhas nem tão boas assim... Mas acho importante dar uma chance pro livro...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Simone, é sempre importante dar uma chance a livro, quem sabe não acaba curtindo né?

      Excluir
  12. Também não sou fã de livro de autoajuda, não tenho paciência para ler,Porém quero dar uma oportunidade para este livro *o*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Andressa, pode ficar tranquilo, "Para Sempre" não é um auto-ajuda típico. VOcê conseguirá lê-lo numa boa.

      Excluir
  13. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  14. A história deve ser muito linda.
    Parece até um estilo Nicholas Sparks.
    Estou ansiosa para ler Para Sempre!
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vivi, tenho certeza de que irá se emocionar ;)

      Excluir
  15. Mais um livro daqueles que deixam a gente com lágrimas nos olhos... Ainda não li, mas só de ler a resenha me deixou super curiosa, adoro livros emocionantes, mesmo sendo uma sentimental das piores hehe
    O filme também deve ser lindo, vi o trailer e achei engraçado ter os 2 atores que fizeram filmes dos livros do Nicholas Sparks, achei uma combinação perfeita, enfim não vejo a hora de ver o filme também.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bem interessante, e realmente emocionante em alguma passagens. Acho que gostará dele ;)

      Excluir
  16. Depois que eu descobri que o livro era baseado em fatos reais fiquei super curiosa pra ler. pretendo assistir o filme também

    ResponderExcluir
  17. Ainda não tive oportunidade de ler o livro nem assistir ao filme. Mas pelas resenhas já lidas e pelo trailer, a trama se desenvolve de maneira magnífica, emocionando o leitor em todos os momentos.
    Parabéns pela resenha bem feita e rica em detalhes!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pamela, muito obrigado. O livro é bacana, tenho certeza de que gostará dele ;)

      Excluir
  18. Ai q liindo!!
    Toda mulher merecia ser conquistada sempre, a cada momento, a cada dia. *-*

    Qro conhecer esta hist d amor real!
    :)

    bjs

    ResponderExcluir
  19. não tinha visto esse livro ainda, até ver o trailer do filme! fiquei dooooida, mais quando vi que tinha o livro fiquei MAIS DOIDA AINDA! os livros sempre são melhores!
    too querendo muuito esse! *--*
    a resenha ficou muito boa! adorei o blog!
    beijos :*

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Thais, também acho os livros sempre melhores que suas versões em filme.... ;)

      Excluir
  20. eu ainda não li mas pelas resenhas que ja vi, parece cada vez mais emocionante a historia, pois acaba sendo uma superação a cada dia ...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renata, o casal precisa de muita força para superar todos os desafios que encontram, que são, mesmo, diários ;)

      Excluir
  21. Esse livro parece ser um grande exemplo de superação,mas dramático(Como se fosse a primeira vez pelo menos é cômico).Enfim, vou dar uma chance e ele e ver se me emociono.O filme fica para depois.

    Marianna Santos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary, comparei ele com o "Como se fosse a primeira vez" pelo enredo, que é parecido, mas Para Sempre não tem nada de cômico ;)

      Excluir
  22. Nunca vi ninguém dizendo que podia ser classificado como uma mistura de autobiografia com autoajuda, nem sei se alguém já falou que esses dois gêneros podiam "colidir" e achei estranho no início da sua resenha, mas ainda assim quero ler.
    "É uma história inspiradora de fé, determinação e superação.", adorei essa parte a sua resenha, saber ue o marido acreditou que tudo fosse dar certo... O único prolema que eu tenho visto as pessoas comentarem é o tamanho do livro, que é beeem fininho, né?!
    Ain, preciso muito desse livro!

    jeito-inedito.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Gislaine, não vejo razão para não poderem. Uma autobiografia pode muito bem ter um texto com maior ênfase em auto-ajuda, do tipo: como me livrei do vício por achocolate, enfim, que seja.

      Excluir
  23. Realmente a história lembra "Como se Fosse a Primeira Vez", só que tirando a parte cômica. O último parágrafo da resenha me encantou muito *-* só me deixa com mais vontade de ler esse livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, exatamente ;) parecem mas diferem quanto ao gênero.

      Excluir
  24. É lindo esse livro né? não sei se eu teria coragem de ter que fazer isso. É maravilhoso, gostei que colocaste.

    Selene Blanchard
    Blanc – ModaeEu.blogspot.com – TEM PROGROÇÃO COM BlackBerry

    Espero sua visita!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O livro é bacana, bonitinho ;) Vale a pena sua leitura.

      Excluir
  25. Oie....eu de novo...rsrsr....bem realmente gostei da sua resenha, pois amo opiniões e você sabe fazer isso perfeitamente....to doida pra ler esse livro, mas preciso terminar umas leituras antes....\o/.....beijokas elis

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Elis, tenho certeza de que você vai gostar de "Para Sempre". Quando puder, leia-o ;)

      Excluir
  26. Esse livro parece ser realmente legal e interessante. Só li coisas boas a respeito dele e fico cada vez mais curiosa pra ler.
    Muito boa a resenha!
    Beijo :)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leon, ele é emocionante em muitos pontos, tenho certeza de que vai gostar ;)

      Excluir
  27. Tenho certeza que vou gostar do livro, pois adoro histórias baseadas em fatos reais, principalmente quando envolvem romance e drama.
    Vou participar da promoção e torcer para ser a ganhadora.
    Depois de ler o livro, vou assistir ao filme, pois dizem que o filme está um pouco diferente do livro, assim como qualquer adaptação feita para o cinema.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jenniffer, eu prefiro sempre ler o livro antes, para só depois assistir ao filme que se baseou nele. É melhor, aproveita-se mais do livro.

      Boa sorte :)

      Excluir
  28. Já tinha lido algumas resenhas e depois da sua fiquei ainda mais interessada nesse livro. Espero ganhar participando da promoção. Obrigada pela oportunidade.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Renny, boa sorte, o livro é bem interessante, certamente vai gostar dele ;)

      Excluir
  29. Quero muito esse livro. A história parece fantástica. E como sempre dou preferência a ler antes de assistir, pretendo lê-lo logo. Estou ansiosa pelo filme, adoro o elenco e tenho certeza que irei adorar.

    ResponderExcluir
  30. Hi,

    Don’t stop writing, you’ve given me lots of good info!
    http://www.shorlevin.com/workers-compensation-attorney-file-claim-here/

    ResponderExcluir

  31. Oi adorei.. muito obrigado, amei a maneira que vc usou para descrever essa resenha...me fez se interessar pelo livro....mas vc já leu o livro reverso.. se trata de um livro arrebatador...ele coloca em cheque os maiores dogmas religiosos de todos os tempos.....e ainda inverte de forma brutal as teorias cientificas usando dilemas fantásticos; Além de revelar verdades sobre Jesus jamais mencionados na história.....acesse o link da livraria cultura e digite reverso...a capa do livro é linda ela traz o universo de fundo..
    www.livrariacultura.com.br/scripts/resenha/resenha.asp?

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar