25 de abril de 2012

Wishlist #9: Jornada ao Oeste Volumes 1 e 2

Jornada ao OesteJornada ao Oeste narra as aventuras do monge Tang Seng e seus companheiros em sua busca pelas escrituras sagradas do budismo. Baseada em um texto tradicional da cultura popular chinesa, com mais de mil anos, esta edição ilustrada, em três volumes, de Jornada ao Oeste, é a versão contada por Wu Cheng`en, uma das mais conhecidas atualmente, tendo sido escrita por volta do século XIV, e foi traduzida diretamente do chinês. Como é comum nos relatos orientais, aqui se misturam monstros assustadores, poderes incríveis e algumas doses de humor. As sinopses falam por si só.

Jornada ao Oeste Volume 1: O Nascimento do Rei dos Macacos

Jornada ao Oeste é conhecida no Ocidente como "a história que inspirou o mangá Dragon Ball" - o que é verdade. Mas a lenda chinesa do homem-macaco Sun Wukong, que acompanha a jornada do monge Tang Seng, ocupa um posto muito mais importante na história do Oriente. É um épico fundador, influenciando o pensamento oriental da mesma forma que a Ilíada e a Odisséia de Homero fizeram na cultura greco-latina. Acima de toda a importância histórica Jornada ao Oeste é uma história pra lá de divertida - cheia de intrigas, perigos e tentações. Monstros e outras criaturas malignas estão atrás do monge Tang Seng, afinal, basta comer um pedaço da sua carne para ganhar a vida eterna. Para combater tais ameaças, o guarda-costas Sun Wukong vai se utilizar dos seus inúmeros poderes, dignos de um Super-Homem: imunidade contra fogo, água e qualquer instrumento cortante, pode voar montado em nuvens e névoas, carregar uma montanha em cada ombro, ficar invisível e transformar-se em qualquer coisa, seja animal vegetal ou mineral. A lenda da Jornada ao Oeste vem da dinastia Tang, (618-917), baseada na peregrinação do monge Xuan Zang para a Índia, em busca de escrituras sagradas do budismo. Porém a versa da história que se tornou mais famosa foi na versão de Wu Cheng´en, escrita no século XIV. A Conrad lança Jornada ao Oeste em versão ilustrada, com o texto integral de Wu Chen´em traduzido diretamente do chinês. Um verdadeiro tesouro histórico e cultural. // 464 páginas. ISBN: 9788576162841.

Jornada ao Oeste Volume 2: As Batalhas do Rei Macaco

Neste volume da versão ilustrada de Jornada ao Oeste, a clássica narrativa da viagem empreendida pelo monge Xuan Zang e seus companheiros, Sun Wukong, Zhu Bajie e Sha Seng, em busca das escrituras sagradas do budismo alcança seu ponto máximo, com o grupo de peregrinos tendo que enfrentar diversos seres demoníacos para prosseguir em sua missão. Escrita originalmente no século XVI, por Wu Cheng'en, a obra que inspirou esta versão em quadrinhos representou a unificação das inúmeras lendas surgidas a partir da história real da peregrinação do monge Xuan Zang até a Índia. O romance de Wu Cheng'en tem como protagonista Sun Wukong, o Rei dos Macacos e um dos discípulos de Xuan Zang. Nascido de um ovo de pedra, Sun Wukong recebeu o segredo da imortalidade, mas foi expatriado para o mundo dos mortais e aprisionado sob uma montanha como penitência por seu comportamento. Quinhentos anos depois, foi libertado para proteger o monge dos bandidos e demônios que aparecessem em seu caminho, e, assim, conquistar o perdão definitivo. A partir do surgimento de Jornada ao Oeste, Sun Wukong, o Rei dos Macacos, tornou-se o mais famoso e amado herói de toda a literatura chinesa. O humor e a audácia desse macaco humanizado, que cavalga nuvens e consegue se transformar em qualquer coisa, tornaram-no tão importante para os chineses que sua imagem foi explorada pela propaganda oficial durante os dez anos da Revolução Cultural de Mao Tse-Tung. Ainda hoje existe uma grande variedade de desenhos animados, videogames, quadrinhos e filmes sobre o personagem, e um Festival Sun Wukong é celebrado anualmente na China. A popularidade do macaco se espalhou pelo resto do Oriente e chegou ao Ocidente, em parte devido ao enorme sucesso de Dragon Ball, mangá e anime que tem como protagonista Son Goku (nome que os japoneses dão a Sun Wukong), um garoto travesso que gosta de cavalgar nuvens. Agora, os leitores brasileiros poderão continuar acompanhando a história do Rei dos Macacos, na primeira publicação fora da China desta versão lustrada do texto clássico, repleto de aventura, fantasia e humor, de Wu Cheng'en. // 400 páginas. ISBN: 9788576163961.

É relativamente fácil encontrar ambos os volumes na internet, e o preço, na casa dos 40 reais é até justo para uma edição ilustrada com mais de quatrocentas páginas e papel – segundo pesquisei – off-set.

14 comentários:

  1. Acho que você tem um gosto muito mais refinado do que a maioria e isso é ótimo, porque acabo conhecendo livros que nunca ouvi falar e acabo lendo resenhas de livros que nunca encontrei em blogs. Adoro.

    Abraço. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ágata, essa é justamente uma das motivações desta "coluna": mostrar livros interesantes, para que quem tiver a oportunidade, e, claro, se interessar, possa ler ;)

      Abraços.

      Excluir
  2. Luciano gostei muito da resenha e adoro a cultura chinesa, fico muito impressionada como a cultura deles é rica e ao mesmo tempo tão caótica. Na minha cabeça praticamente existe duas chinas a que escraviza sua própria população, que mata animais, que vende animais vivos como chaveiro e outras coisas absurdas e a China que gostaria de conhecer tão viva culturalmente.
    Vou coloca-los na minha lista com certeza
    bjos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fernanda, realmente, a China tem de tudo um pouco, de bom, ruim e pior. É o lado cultural, de tradições e lendas, que me chamam a atenção. Eu quero muito ler os "Jornadas", já estou de ohlo neles ;)

      Excluir
  3. Oi, Luciano.
    Não conhecia esses livros. Mas me lembro de um bem legal que tem a ver com esse tema, se chama Sidarta, conhece?
    Como a Ágata disse, você tem um gosto muito refinado... rs
    E eu amava o desenho Dragon Ball. =)

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Joelma, li Sidarta na escola ainda, logo depois de ter ficado maravilhado com Demian. Acho que tenho um gosto bem abrangente, rsrs, me dou bem com quase tudo, sem muita frescura ou preconceitos.

      Ah, também amava Dragon Ball.

      Excluir
  4. Que capa linda!
    Dragon?! Todos pulão!
    Amei sua resenha, parabéns!


    Selene Blanchard
    Blanc – ModaeEu.blogspot.com – TEM PROMOÇÃO COM BlackBerry

    Espero sua visita!

    ResponderExcluir
  5. Olá!
    Eu já li os dois volumes e gostei muito, só que tem um terceiro volume que a editora não tinha conseguido os direitos para publicar. Você sabe de alguma coisa?
    Grato.

    Benedito Aurélio Pereira.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Benedito, não se te dizer. Mas tenta entrar em contato diretamente com a editora, eles costumam ser bastante atenciosos e muito rápidos para dar um retorno.

      Abraços.

      Excluir
  6. Amigo, saberia me dizer onde encontro para download?? Gostei da resenha, abraço!

    ResponderExcluir
  7. bom dia e otimo natal.... teria como me indicarem ond posso comprar ??

    ResponderExcluir
  8. A série "Into the Badlands" é baseada nestes livros, estou bastante interessada na leitura, porém infelizmente não tenho encontrado para comprar.

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar