25 de julho de 2012

Correio #10

2012-07-24 17.15.35

Mais um mês e a Novo Conceito capricha nos lançamentos. Belle chegou ;) Desta leva de lançamentos da editora era o que estava mais ansioso para ler, mas não esperava que fosse tão grande! Ele está ali com A Casa das Orquídeas, que era o maior da editora que havia recebido até então. Já li resenhas muito boas sobre Roubada, outro livro de Lesley Pearse, então a expectativa é alta…

…Assim como sobre Starters. Mais uma distopia chegando ao mercado e que promete fazer bonito. Espero que seja boa o suficiente para preencher a lacuna deixada por Estilhaça-me – ao menos até o lançamento do segundo  volume da trilogia. A capa me assustou um pouco quando a vi pela primeira vez, mas pela sinopse se pode perceber que faz relação à história, então tudo bem, e ela ainda possui um efeito laminado bacana, bonita mesmo.

De cima pra baixo:

Bem Mais Perto, de Susan Colasanti: Quando Brooke descobre que o amor de sua vida, Scott Abrams, está se mudando do subúrbio de New Jersey para Nova York, ela decide segui-lo até lá. Viver com o pai ausente e se adaptar a uma escola totalmente nova são desafiantes para ela — e as coisas ficam ainda piores quando ela descobre que Scott já tem uma namorada. Mas como ela aprende a sobreviver na cidade grande, começa a descobrir todo um novo lado de si mesma e percebe que, às vezes, o amor pode te encontrar mesmo quando você não está olhando para ele.

Um Lugar para Ficar, de Deb Caletti: O relacionamento de Clara com Christian é intenso desde o começo e diferente de tudo o que ela já havia experimentado. No entanto, o que começa como um grande afeto rapidamente se transforma em obsessão, e já é muito tarde quando Clara percebe que as coisas foram longe demais e que Christian está disposto a fazer de tudo para ficar ao seu lado. Então, Clara parte da cidade e Christian fica para trás. Ninguém sabe onde ela está, mas, mesmo assim, Clara ainda luta para se livrar do medo. Ela sabe que Christian não vai permitir que ela suma tão facilmente. Não importa para onde ela vá, nunca será longe o bastante...

Starters, de Lissa Price: Seu mundo mudou para sempre. Callie perdeu os pais quando as guerras de Esporos varreu todas as pessoas entre 20 e 60 anos. Ela e seu irmão mais novo, Tyler, estão se virando, vivendo como desabrigados com seu amigo Michael e lutando contra rebeldes que os matariam por uma bolacha. A única esperança de Callie é Prime Destinations, um lugar perturbado em Berverly Hills que abriga uma misteriosa figura conhecida como o Old Man. Ele aluga adolescentes para alugar seus corpos aos Terminais — idosos que desejam ser jovens novamente. Callie, desesperada pelo dinheiro que os ajudará a sobreviver concorda em ser uma doadora. Mas o neurochip que colocam em Callie está com defeito e ela acorda na vida de sua locadora, morando em uma mansão, dirigindo seus carros e saindo com o neto de um senador. Parece quase um conto de fadas, até Callie descobrir que sua locatária pretende fazer mais do que se divertir — e que os planos de Prime Destinations são tão diabólicos que Callie nunca podia ter imaginado...

Belle, de Lesley Pearse: Londres, 1910. Belle, de 15 anos, viveu em um bordel em Seven Dials por toda sua vida, sem saber o que acontecia nos quartos do andar de cima. Mas sua inocência é estilhaçada quando vê o assassinato de uma das garotas e, depois, pega das ruas pelo assassino para ser vendida em Paris. Sem poder ser dona de seu próprio destino, Belle é forçada a cruzar o mundo até a sensual Nova Orleans onde ela atinge a maioridade e aprende a aproveitar a vida como cortesã. A saudade de casa — e o conhecimento de que seu status como garota de ouro não durará muito — a leva a sair de sua gaiola de ouro. Mas Belle percebe que escapar é mais difícil do que imaginou, pois sua vida inclui homens desesperados que imploram por sua atenção. Espirituosa e cheia de desenvoltura, ela tem uma longa e perigosa jornada pela frente. A coragem será suficiente para sustentá-la? Ela poderá voltar para sua família e amigos e encontrar uma chance para a felicidade? Autora # 1 best-seller, Lesley Pearse criou em Belle a heroína de nossos tempos: uma mulher forte que luta por seus direitos em um mundo perigoso.

É isso! Boa leitura à todos! E não se esqueçam: na sexta tem um novo Qual é o Livro?, mas ainda dá tempo de participar da última etapa.

17 comentários:

  1. Acho que a Novo Conceito está exagerando um pouco nos livros mais "menininha", mas tudo bem. Estou lendo Roubada, da Lesley Pearse, talvez me leve a çer Belle também!

    Abraços!

    Lu Tazinazzo
    http://aceitaumleite.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho. Talvez o mais sensato fosse fazer como as outras editoras: enviar a lista com os lançamentos e o parceiro escolher o que quer resenhar. Resenhas de livros que não são meu gênero preferido já começam negativas, o que não é bom ;)

      Excluir
  2. Quero muuito Bem mais perto e Um lugar para ficar! *-*
    Realmente deve ser difícil pros meninos... Tem muito livro que é mais voltado pro público feminino... Fora os livros "não faz meu tipo". Mas vi no twitter (algumas pessoas comentando) que a pessoa pode entrar em contato e pedir pra enviarem só os que interessam...

    Enfim! rs

    ResponderExcluir
  3. Oi Oi Oi, pera ai que eu vou pegar um paninho pra limpar a baba, porque SIM, eu estou babando nesses livros. Já fiz uma listinha de livros pra comprar na Bienal com o dinheiro que juntei pra isso e infelizmente nenhum desses poderá voltar comigo e entrar na minha estante, mas quando der, eu vou comprá-los.

    Beijos. Tudo Tem Refrão

    ResponderExcluir
  4. Como kit de férias está ótimo, apersar de direcionados para o público teen, pois assim senti pelas sinopses.
    Deveriam fazer um kit masculino e outro feminino ou o melhor dos dois? O terceiro caso seria mais inteligente, pois os livros poderiam ser distribuídos entre os membros de uma família ou amigos.
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luma, os livros da editora tem um "quê" feminino. Poderiam variar mais ;)

      Excluir
  5. Dos livros citados, só tenho curiosidade de ler Starters. Os outros não me chamam atenção, talvez Belle.

    Lucas / Era uma vez...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, os dois foram o que mais me chamaram a atenção ;)

      Excluir
  6. Belle e Starters foram os que mais me chamaram a atenção dentre os lançamentos da NC. As capas são ainda mais lindas na mão!
    Isabela

    ResponderExcluir
  7. ah!! Que sortuda! Esses livros parecem ótimos!
    Seguindo o blog!! Convido-a para seguir:
    eternamente-princesa.blogspot.com.br

    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Oi Luciano!
    Os kits da NC são lindos, né! Eu também espero que Starters seja bom, porque as últimas distopias que li (Estilhaça-me e Travessia) me decepcionaram. Tenho até medo de começar a ler, fico com um pé atrás quando falam demais de um livro... Mas vamos ver como é.

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São mesmo ;) Ah, eu gostei muito de Estilhaça-me, o estilo narrativo da autora me agradou. Mas, sim, espero que Starters seja ainda melhor ;)

      Beijos.

      Excluir
  9. Lendo os comentários seus e da Luna fiquei pensando que os livros da Novo Conceito tem um "quê" de adolescente e de voltado ao leitor que ta saindo do paradidático e enfrentando seus primeiros livros! Eu gosto de ler porque todo mundo precisa relaxar da vida e eu relaxo lendo.

    Apesar de adorar detestar o chato do Nietzsche me identifico totalmente com a expressão dele: "No meu caso, faz parte de minha recreação ler tudo: conseqüentemente, ler aquilo que me livra de mim mesmo, que me deixa passear em ciências e almas desconhecidas - aquilo que eu não levo mais a sério. Ler me relaxa de minha própria seriedade...

    Mas, penso que para o nosso modulo "leitor adulto" os kit as vezes deixam a desejar!!!

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar