15 de setembro de 2012

Correio #13

2012-09-15 14.53.18

Mais um mês repleto de lançamentos da Editora Novo Conceito, com alguns que queria muito ler. Já terminei de ler “O Começo do Adeus”, da Anne Tyler e é dos livros mais bem escritos que já li. Não conhecia a autora, mas duas resenhistas de respeito endossaram-na para mim: a Jaci e a Luara. E ela é tudo isso mesmo, escreve bem, de uma forma madura mas sem ser esnobe. Leiam! é muito bom. A resenha deve sair em duas semanas.

E veio também o mais um livro de Clive Cussler, “O Reino”. Mas desta vez não se trata de uma aventura de Isaac Bell, mas sim dos Fargo. Mais uma vez não seguiram a ordem cronológica da série, mas a editora já se pronunciou e disse que a série traz histórias independentes em seus livros. Ok, mas mesmo assim gostaria de acompanhar os personagens na ordem em que foi escrito pelo autor. Mas se me trouxer a mesma experiência que “O Espião” – que também não era o primeiro com Bell – já estarei satisfeito pois foi um dos melhores livros que li no ano.

Ladrão de Almas me pareceu bastante interessante, já estou ansioso pra ler, assim como para começar Cuco. é muita coisa, então vai levar um tempo até que consiga ler tudo. Temos, de cima ara baixo:

O Começo do Adeus, de Anne Tyler: Anne Tyler nos leva a um romance sábio, assustador e profundamente tocante em que descreve um homem de meia-idade, desolado pela morte de sua esposa, que tem melhorado gradualmente pelas aparições frequentes da mulher — na casa deles, na estrada, no mercado. Com deficiência no braço e na perna direita, Aaron passou sua infância tentando se livrar de sua irmã, que queria mandar nele. Então, quando conhece Dorothy, uma jovem tímida e recatada, ele vê uma luz no fim do túnel. Eles se casam e têm uma vida relativamente modesta e feliz. Mas quando uma árvore cai em sua casa, Dorothy morre e Aaron começa a se sentir vazio. Apenas as aparições inesperadas de Dorothy o ajudam a sobreviver e encontrar certa paz. Aos poucos, durante seu trabalho na editora da família, ele descobre obras que presumem ser guias para iniciantes durante os caminhos da vida e que, talvez para esses iniciantes, há uma maneira de dizer adeus.

Um Ano Inesquecível, de Ronald Anthony: Você acredita que o amor pode durar para sempre? Jesse Sienna não. O casamento de seus próprios pais era respeitável mas sem paixão; e sua própria história romântica indica que o amor queima ardentemente antes de desaparecer por completo. Então, quando seu pai, Mickey, muda-se para sua casa e parece não compreender o relacionamento superficial de Jesse com sua atual namorada, mas Jesse não lhe dá atenção. É apenas um exemplo do quão diferente eles são e fica mais evidente que ele e seu pai nunca terão uma ligação mais profunda. Mas a verdade é que Mickey Sienna conhece mais sobre amor do que a maioria das pessoas conseguem aprender na vida toda. Há mais de cinquenta anos, ele encontrou o amor mais verdadeiro que a vida pode oferecer. Ele sabe das infinitas recompensas de investir seu coração e sua alma em alguém... E conhece o prejuízo devastador de deixar esse alguém perfeito escapar. Quando Mickey percebe que Jesse não está dando valor a uma mulher extraordinária, decide que é hora de contar a história que nunca contou para nenhum de seus filhos a Jesse. Durante os meses seguintes, Mickey mostra seus momentos mais particulares e felizes para seu filho... e muda a percepção de Jesse em relação ao amor e as possibilidades de um relacionamento duradouro para sempre

O Reino – Uma Aventura dos Fargo, de Clive Cussler e Grant Blackwood: Em Spartan Gold e Lost Empire, Clive Cussler levou os leitores ao mundo do time do casal Sam e Remi Fargo, em que suas paixões e instinto para caçar tesouros trouxeram descobertas extraordinárias e jornadas perigosas. A próxima aventura do casal, no entanto, pode ser mais ainda aterrorizante. Os Fargos são especialistas em caçar tesouros e não pessoas. Mas, então, um barão do petróleo de Texas os procura com uma pedido pessoal: um investigador amigo dos Faros estava em uma missão para procurar o pai do barão, porém, agora ele também está sumido. Sam e Remi seriam capazes de procurar pelos dois? Apesar de não ter adicionado muita informação sobre o caso, Fargos concorda em começar a procura. O que eles encontrarem irá além do que eles imaginaram. Em uma viagem que os irá levar a Tibet, Nepal, Bulgária, Índia e China, os Fargos serão envolvidos com um mercado negro de fósseis, um baú centenário e o ancião do Reino Tibetano de Mustang, um dirigível do século anterior... e um esqueleto que poderia virar a história humana de cabeça para baixo.

P.S. Eu Te Amo, de Cecelia Ahearn: Gerry e Holly eram namorados de infância e ficariam juntos para sempre, até que o inimaginável acontece e Gerry morre, deixando-a devastada. Conforme seu aniversário de 30 anos se aproxima, Holly descobre um pacote de cartas nas quais Gerry, gentilmente, a guia em sua nova vida sem ele. Com ajuda de seus amigos e de sua família barulhenta e carinhosa, Holly consegue rir, chorar, cantar, dançar e ser mais corajosa do que nunca

Charlotte Street, de Danny Wallace: Tudo começa com uma garota... (porque sim, sempre há uma garota...) Jason Priestley acabou de vê-la. Eles partilharam de um momento incrível e rápido de profunda possibilidade, em algum lugar da Charlotte Street. E então, em um piscar de olhos, ela partiu deixando-o, acidentalmente, segurando sua câmera descartável, com o filme de fotos completo... E agora Jason — ex-prodessor, ex-namorado, escritor e herói relutante — se depara com um dilema. Deveria tentar seguir A Garota? E se ela for A garota? Mas aquilo significaria utilizar suas únicas pistas, que estão ainda intocáveis em seu poder... É engraçado como as coisas algumas situações se desenrolam...

Ladrão de Almas, de Alma Katsu: No turno da noite em um hospital em Maine, Dr. Luke Findley espera ter outra noite tranquila com lesões causadas pelo frio extremo e ocasionais brigas domésticas. Mas no momento em que Lanore McIlvrae — Lanny — entra no pronto-socorro, ela muda a vida dele para sempre. Uma mulher com passado e segredos misteriosos, Lanny não é como outras pessoas que Luke já conheceu. Ele é, inexplicavelmente, atraído por ela... mesmo ela sendo suspeita de assassinato. E conforme ela conta sua história, uma história de amor e uma traição consumada que ultrapassa tempo e mortalidade, Luke se vê totalmente seduzido. Seu relatório apaixonado começa na virada do século XIX na mesma cidadezinha de St. Andrew, Maine, quando ainda era um templo Puritano. Consumida, quando criança, pelo amor que sentia pelo filho do fundador da cidade, Jonathan, Lanny faria qualquer coisa para ficar com ele para sempre. Mas o preço que ela paga é alto — um laço imortal que a prende a um terrível destino por toda a eternidade. E agora, dois séculos depois, a chave para sua cura e salvação depende totalmente de seu passado. De um lado um romance histórico, de outro uma história sobrenatural, Ladrão de Almas é uma história inesquecível sobre o poder do amor incondicional não apenas para elevá-lo e sustentá-lo, mas também para cegar e destruir — e como cada um de nós é responsável por encontrar o próprio caminho para a redenção.

Cuco, de Julia Crouch: Polly é a mais antiga amiga de Rose. Então quando ela liga para dar a notícia que seu marido morreu, Rose não pensa duas vezes ao convidá-la para ficar em sua casa. Ela faria qualquer coisa pela amiga; sempre foi assim. Polly sempre foi singular — uma das qualidades que Rose mais admirava nela — e desde o momento em que ela e seus dois filhos chegaram na porta de Rose, fica óbvio que ela não é uma típica viúva. Mas quanto mais Polly fica na casa, mais Rose pensa o quanto a conhece. Ela não consegue parar de pensar, também, se sua presença tem algo a ver com o fato de Rose estar perdendo o controle de sua família e sua casa. Enquanto o mundo de Rose é meticulosamente destruído, uma coisa fica clara: tirar Polly da casa está cada vez mais difícil.

Bom, é isso. Bom fim de semana, descansem bem que segunda-feira tá logo ali ;)

18 comentários:

  1. Oiee! Aaah eu tinha visto a capa do livro Ladrão de Almas e me apaixonei, a capa é muito linda! Curiosa para ler Cuco, Charlotte Street, e O reino. Boa leitura!
    Bjs, Ruama.
    http://esquiloscorderosa-ruama.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também estou de olho no "Ladrão de Almas", devo ler em breve ;)

      Excluir
  2. Adorei seu correio ,kkk,Luciano li o Livro Cruzando o Caminho do Sol que ganhei no sorteio do seu blog ,e simplesmente me Apaixonei ,é muito linda e sem falr envolvente á história, muito obrigada mesmo,bjs.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marta, que bom que gostou ;) É um livro muito bom mesmo, uma ótima estreia do autor ;) Beijos.

      Excluir
  3. Quero muito ler O Começo do Adeus, O Reino (e também O Espião) e Cuco. Foram os lançamentos que mais me interessaram. Quanto à ordem da série de O Reino, eu não acho que, só porque são histórias "independentes" que a editora deva publicá-los na ordem errada. Não é ela quem decide isso, e sim o autor. E se o autor colocou alguns detalhes que tornem as histórias interligadas? Acho que deveria ter um bom motivo para a editora fazer algo assim. Que pena.

    Abraços!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Concordo. E, em especial em romances policiais, o protagonista quase sempre evolui no decorrer da série, então é preferível que se comece a ler do primeiro título lançado. É uma pena né.

      Excluir
  4. Anne Tyler, só esse nome já me diz muita coisa pra mim agora. Vou pegar "O Começo do Adeus" depois dos dois que estou lendo, essa semana ainda provavelmente.
    Sério que "O Espião" foi um dos melhores livros que você leu esse ano? Eu fiquei receosa a respeito dele porque muitas pessoas que conheço abandonaram e tal... Bom, agora me animei. E concordo com você que a editora poderia lançar em ordem cronológica, mas... O que a gente pode fazer?

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luara, pra quem gosta do gênero "O Espião" é um bom livro, e ainda com um protagonista que foge um pouco ao cliché do gênero: ao contrário de seus "colegas", Bell é cheio da grana, rs. E, sim, eu também agradeceria pela ordem cronológica.

      Beijo.

      Excluir
  5. que bonita ficou esta foto. As cores... sou apaixonada por fotografias coloridas. rs

    Enfim, dos seus recebidos eu vou ler P.S. eu te amo e Charlotte Street. ^^ Me animei um pouco com O Começo do Adeus, quem sabe eu leia ><

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Janaina, "O Começo do Adeus" é muito bom ;) Se puder, leia.

      Excluir
  6. Anne Tyler é mais uma das autoras que entra para a minha vasta lista literária. Espero ler em breve algumas de sus obras. (E olha que estou para comprar um certo livro dela faz um bom tempo!)

    Parabéns pelo site.
    Um abraço.

    Jon

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jon, eu não a conhecia, mas agora também quero ler algo mais dela. Já estou a procura ;)

      Excluir
  7. Jamais vou ler P.S. eu te amo. Vejo o filme e choro todas as vezes, nunca ia conseguir ler.

    Estou de volta, Luciano, acho. Não estava muito animada, mas mudei o layout, escrevi umas coisas, tive umas ideias e estou voltando. Vamos ver se pega no tranco.

    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu não vi o filme, mas me disseram que é bem triste mesmo. Mas também não serei eu que vou lê-lo aqui, mas fiquei curioso.
      E bom retorno :) Beijos.

      Excluir
  8. Tenho curiosidade de ler O Espião e O Reino, parece ótimos.
    Mas tenho mais vontade ainda de ler Cuco. Já li uma resenha do livro e gostei bastante!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, também estou esperando por ler Cuco. Parece muito bom.

      Excluir
  9. Acho legal os blogueiros receberam tantos livros das editoras, mas uma pena que são sempre os lançamentos mais em voga. Eu adoraria receber uma caixa com livros mais antigos... rs

    :)

    P.S.: Comprei o Espião em promoção excelente na Saraiva outro dia... leitura do futuro... rs

    ResponderExcluir
  10. Vários livros que eu estou querendo muito; Cuco, O começo do adeus e P. S. eu te amo.

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar