21 de janeiro de 2013

A Aprendiz – A Trilogia do Mago Negro Livro 2 [Resenha #101]

A Aprendiz

 

 

Sinopse: Sozinha entre todos os aprendizes do Clã dos Magos, somente Sonea vem de uma classe menos privilegiada. No entanto, ela ganhou aliados poderosos, como Lorde Dannyl, recentemente promovido a Embaixador. Ele terá, agora, de partir para a corte de Elyne, deixando Sonea à mercê dos boatos maliciosos e mentirosos que seus inimigos continuam espalhando... até o Lorde Supremo entrar em cena. Entretanto, o preço do apoio de Akkarin é alto porque, em troca, Sonea deve proteger seus mistérios mais sombrios. Enquanto isso, a ordem que Dannyl está obedecendo, de buscar fatos sobre a longa pesquisa abandonada de Akkarin sobre o conhecimento mágico antigo, o está levando a uma extraordinária jornada, chegando cada vez mais perto de um futuro surpreendente e perigoso.

Nos últimos tempos tenho andado um tanto quanto enjoada de trilogias e derivativos, no entanto a “Trilogia do Mago Negro” da Trudi Canavan, cujo livro “A Aprendiz” é o segundo volume, é um caso para lá de especial. Aguardei ansiosamente pelo lançamento desse volume, saldei ele com alegria de desde as primeiras páginas do “O clã dos Magos”, livro 1 dessa trilogia, sou fã da autora, ou seja, essa resenha tende a ficar enorme.

Gosto da Trudi Canavan, pois sei que não é qualquer autora a ter a sensibilidade de construir uma narrativa voltada a descrição da história e da vida dos que vivem dentro de uma favela. Mas, nesse segundo volume a favela ou as ruas da cidade de Irmardin não são mais os únicos cenários para as aventuras de Sônea, nossa favelada do coração que se descobriu uma maga poderosa em meio a um acaso do destino, e sua trupe.

Nesse segundo volume vamos acompanhar o inicio da dura trajetória de Sônea na “Universidade do Clã dos Magos de Kyralia” como aprendiz de maga, ou, na linguagem do livro, uma lady. O problema é que Sônea é uma menina favelada e, a parte sua alta capacidade cognitiva incrível, natural talento para a magia e forte senso ético construído pela educação que recebeu dos seus tios, ela não vai ser bem recebida pelos jovens riquinhos.

A Sônea é a primeira favelada a frequentar universidade e ter a oportunidade de desenvolver seus poderes sob a tutela do “Clã dos Magos de Irmadin” por isso ela vai ter que enfrentar toda a dureza e crueldade de uma chaga chamada “preconceito social”. As outras crianças se sentem no direito de maltratá-la, contando com a permissividade e tolerância dos professores, unicamente por sua origem social. As situações de violência físicas e simbólicas enfrentadas por nossa heroína doeram em minha carne, são graves e ocorrem todos os dias em cidade como Recife, Rio de Janeiro, São Paulo, Irmardin é aqui.

Mas, como se não bastasse, o preconceito social não foi o único tema polêmico abordado na história, assim como a Sônea não foi o único personagem a ser acompanhado por nossos olhos. Nesse livro nós também nos deparamos com aventuras de Dannyl, um dos magos do clã, nomeado embaixador e será enviado por Lorlen, administrador do Clã, para descobrir alguns segredos a respeito do misterioso Mago Negro, Lorde Supremo do Clã, Lorde Akkarin, cuja vida e a índole são um mistério para todos nós. Eu me pergunto: “Será o Lorde Supremo realmente o vilão dessa história?”.

Responder qualquer pergunta a respeito de Akkarin se mostrou algo muito difícil, pois enquanto vamos avançamos na leitura de “A Aprendiz” nós descobrimos que Trudi Canavan não é Joanne Kathelyn Rowling, Sônea não é uma versão de Harry Potter, a Universidade do Clã não é Hogwarts, Rothen, professor da Sônea não é Dumbledore, o Lorde Supremo não é Lorde Voldermort e o bom e velho maniqueísmo parece ser algo estranhamente difícil de ser incluído nessa história.

Devaneando menos e voltando a Dannyl, preciso dizer: buscando a resolução de mistérios relacionados ao Lorde Supremo, o nosso mago vai desvendar os seus próprios mistérios e o volume 2 da Trilogia do Mago Negro termina por me apresentar o par romântico mais verossímil, fofo, encantador e bem trabalhado dos meus últimos tempos literários, e olha que de romance eu entendo rsrsrsrs... Foi uma delícia acompanhar como um casal se conhece, começa a construir uma relação de amizade, se percebe muito cúmplice e caminha para um amor bonito. Ah, eu sou romântica gente!!!

Porém, romance por romance não é nada de mais, afinal romantismo e livros infanto-juvenis são até clichês, para desespero do Luciano néh?!?! É, mas caiam para trás nobres amigos, porque esse par do qual vos falo não é nada comum ou clichê. A Trudi nos faz amar, vibrar e torcer por um casal claramente homoafetivo, desvelando diante de nossos olhos, com toda a delicadeza do mundo, um pouco do universo social e afetivo no qual habitam os homens que amam a outros homens, conhecidos em Irmadin como “moços” e no nosso como mundo como gays ou homossexuais.

Putz, realmente essa australiana não é uma autora qualquer, ela se mostra comprometida em construir uma narrativa na qual os mais diversos tipos de sujeitos podem se encontrar sem perder de vista a ação, a aventura, o suspense e a leveza, elementos característicos e necessários a uma narrativa destinada ao público infanto-juvenil.

Em vários quesitos “A Aprendiz” consegue superar “O clã dos magos”, deixando nossos corações batendo de forma acelerada o tempo todo. Suspense, aventura, velocidade de ação e critica social sutil e bem colocada são marcas desse momento da trilogia e pelo que li em outras resenhas não sou a única que esta louca de ansiedade para que saia “O Lorde Supremo”,
terceiro e ultimo volume da trilogia.

Agradeço ao Luciano pela oportunidade de me aprofundar ainda mais no mundo da Trudi Canavan e também aos leitores do .Livro por uma vez mais me receberem aqui, me perdoem pela resenha muito longa, eu sou uma tagarela convicta.

Cheros a todos, e uma vez mais obrigada!

 

A Aprendiz – A Trilogia do Mago Negro Livro 2, de Trudi Canavan (The Novice,2004Tradução de Frank de Oliveira e Júlio Monteiro de Oliveira, 2012) – 544 páginas, ISBN 9788581630250, Editora Novo Conceito.

_

A resenha foi escrita pela Jaci, do Uma Pandora e Sua Caixa. Aqui no .Livro ela também resenhou "O Clã dos Magos", primeiro volume da Trilogia do Mago Negro, e "P.S. Eu Te Amo", da Cecelia Ahern.

34 comentários:

  1. Pessoal, falha minha. A resenha foi escrita pela Jaci, do Uma Pandora e sua Caixa.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Uaú, já é minha terceira passada por aqui, pelo visto estou virando uma habitue por aqui néh?!?!? Isso é um perigo daqui a pouco começo a me sentir em casa demais e isso não pode ser muito bom #SouFolgada

      Cheros nego!!!

      Excluir
  2. Muito boa a resenha da Jaci. Até fiquei com vontade de ler, apesar da má impressão que tive do primeiro volume :) Mas esse detalhe não se pode levar em consideração, afinal, a autora foi premiada com o Aurealis Award, que não é pouca coisa no meio acadêmico.
    Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Luma! Você e muitas outras pessoas tiveram problemas com o livro 1, mas muita gente se reconciliou com a Trudi no vol. 2 então talvez valha a pena arriscar... E sim, a Trudi tem talento!

      Excluir
  3. Oi Luciano! Adorei a resenha da sua colaboradora!
    Acabei de ler (sério, terminei antes de ontem) A Aprendiz e amei! Gostei muito da comparação que ela fez com Harry Potter. Muita gente faz essa comparação, e detesto. Eu já tinha gostado muito do primeiro volume (e também admiro a coragem dela de falar sobre as favelas. Acho que foi uma critica às diferenças entre classes sociais).

    Adorei mesmo a resenha dela!
    Beijos :*
    www.nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Estou aqui com O Clã dos Magos para ler, uma das proximas leituras e fiquei super animado lendo a resenha do livro seguinte.
    E Jaci, a resenha ficou longa, mas ficou ótima, explica tudo muito bem. ;D

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada Lucas, que bom que você gostou, espero que você goste do livro quando vier a ler!

      Excluir
  5. Ola tudo bem?
    Tenho muita vontade de ler essa série, apesar de que a principio o que mais me chamou a atenção foi a diagramação, que é linda. Espero conseguir ler em breve, e parabéns pela colaboração.
    Abraços,
    Amanda almeida

    ResponderExcluir
  6. Pandora
    Tenho quase certeza que o Lorde Supremo é um vilão dessa história e por trás disso existe um grande mistério. Realmente a Trudi nos trás uma história surpreendente de ficção abordando temas como o preconceito social e outros o que torna a história sem comparativos com outras ficções de sucesso.
    Vou parar por aqui para não fazer desse comentário um testamento. Parabéns pela resenha e ao .Livro por te-la por aqui.

    Beijos
    Irene

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu também tinha certeza disso quando terminei de ler o vol. 1 Irene, mas agora eu já não sei... Estou com a pulga atrás da orelha, mas vamos ver o vol. 3 já já chega e ai nós tiraremos todas as nossas duvidas!!!

      Excluir
  7. Essa resenha da Jaci ficou maravilhosamente perfeita, ainda não conhecia essa série, mas já me interessei em ler ^^ Gostei muito do seu blog, primeira vez que acesso! Já estou seguindo aqui, ok?

    Abraços,
    http://therevolucaonerd.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. Ótima resenha, acho que pode convidá-la sempre, ela arrasa! Hehe
    Bom, não conhecia a trilogia, mas achei interessante, principalmente pelo tanto que ela conseguiu demonstrar que o livro é bom.
    Eu não sou romântica, mas gostei muito por seu um romance homoafetivo, não lembro de ter lido nada do gênero... Mas a história em si me prendeu mesmo, e a autora parece ter escrito um livro aqui no Brasil né, rsrs.
    Nunca li também nada com nenhuma protagonista favelada, adorei a ideia, enfim, parece que esse livro é novo de todas as formas!

    Adorei!
    Estou seguindo =]
    Convido os dois a comparecerem no meu blog: http://livrosebatons.blogspot.com.br
    Beijão!

    ResponderExcluir
  9. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  10. Amo livros de magia. Eu só não entendi que tipo de magia é essa que ela possui, já que ela é de classe inferior. As pessoas ja nascem com magia? No caso, não era pra ela ter? Bom, tudo isso me chamou a atenção e pretendo ler a série.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Maristela, na história da Trudi a magia funciona como um dom natural que algumas pessoas tem e outras não. A questão da classe em "A trilogia do mago negro" aparece como uma condição social e não natural. A favela, o clã, as casas (o equivalente a nobreza) são classes sociais construídas através de situações da história de Irmadin.

      Excluir
  11. Acredito que quando se menciona mago, o universo parece masculino demais, mas essa trilogia surpreende aí, porque existe mulher na história. A principio não me interessei porque pensei que pudesse ser masculino demais e bruxo homem pra mim só tem Harry até agora, mas gostei da ideia de envolver mulheres e questões sociais junto desse universo.

    ResponderExcluir
  12. Pelo visto essa trilogia tem de tudo crítica social, romance, magia, mistério e pela sua resenha tudo bem amarrado e bem escrito. Desse jeito não dá para não se interessar.

    ResponderExcluir
  13. dos três livros, esse foi o que menos de deixou curiosa, mas mesmo assim parece muito bom!

    ResponderExcluir
  14. Só o fato de superar o primeiro livro já é algo fora do comum, geralmente segundos livros de trilogias tendem a ser chatos, parece que o autor quer enrolar, mas pelo visto não é o caso desse livro. Quero muito ler.

    ResponderExcluir
  15. Estou cada vez mais empolgada para ler essa trilogia. Realmente, as pessoas parecem que gostaram mais desse do que o primeiro.

    ResponderExcluir
  16. Fico feliz em saber que estew segundo continua tão bom quanto o primeiro, pois geralmente vejo os segundos livros..sofrendo a maldição do segundo rsrs, sempre muito inferiores.
    Ainda não li o primeiro, mas quero.
    beijos.

    ResponderExcluir
  17. Que bom saber que esse livro está tão bom quanto o primeiro, ainda não tive a chance de ler nenhum dos dois, mas é uma trilogia que pretendo comprar.

    ResponderExcluir
  18. Parabéns pela resenha! Ainda falta ler o primeiro, mas estou bastante animada para ler a trilogia toda!
    É muito bom saber que o segundo volume é tão bom quanto o primeiro.

    ResponderExcluir
  19. Quem já leu "O Clã dos Magos", ficou esperando pelo segundo da trilogia e aí está ele. Eu ainda não li, mas vou tratar de resolver isso logo.

    ResponderExcluir
  20. Super... Amei a resenha, fico muito feliz em ser apresentada a essa trilogia... Quero muito ler os livros... Sou muito fã de aventuras, misturando o real com o sobrenatural... E temas polêmicos... Estou muito curiosa para ler essa trilogia....

    ResponderExcluir
  21. Eba!! Ganhei o livro anterior a esse(O clã dos magos)em um sorteio faz uns 10 dias e tenho lido várias resenhas para ver se me interesso pela história e se as continuações continuam mandando bem :P e ao ler as resenhas vejo que sim! Estou bastante animada para começar a ler a trilogia =D beeijos!

    ResponderExcluir
  22. Então esta trilogia não trata apenas de magos, fantasia, e castelos. Mas de preconceito social. Gostei muito da resenha e de como colocou tudo. Me deu muita vontade de ler.

    ResponderExcluir
  23. Quando li a resenha do Clã dos magos pela primeira vez eu já gostei de Sonea porque parecia uma garota de coragem e eu adoro isso nos personagens, e agora tendo que enfrentar tudo isso vejo que ela realmente precisa ter muita coragem e perspicácia, porque poder ela já tem.

    ResponderExcluir
  24. Parasse surpreendente... adoro livros cheios de fantasias e magias..

    ResponderExcluir
  25. As capas dessa coleção são otimas, e pelas resenhas a historia deve ser mt foda tbm!

    ResponderExcluir
  26. Ai geeeeeente, que fofo que fofo que fofo, estava apostando neles dois dês do início! Não gostei muito do primeiro, mas esse segundo me parece muuuuuuuito bom, sério mesmo. E tomara que seja mesmo, pois estou doida para ler.

    ResponderExcluir
  27. Quero muito ler esse livro, e essa resenha me deixou com mais vontade ainda.

    ResponderExcluir
  28. Estou louca pra ler logo esse livro =3 ja ouvi tanto sobre ele que fiquei com curiosidade, otima resenha. bjs

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar