8 de novembro de 2013

7º BookCrossing Blogueiro

20131107_173133

Livros são escritos para serem lidos, então, após a leitura, mantê-los fechados na estante não faz lá muito sentido. Esse pensamento inicial já foi bem entendido por mim desde a primeira edição do Bookcrosssing Blogueiro, evento capitaneado pela Luma, do Luz de Luma, é que nos convida a libertar um livro da prisão da estante e fazê-lo circular, dando a chance de um número maior de pessoas poder lê-lo. Mas confesso que, apesar dos avanços, ainda tenho certos problemas com me desapegar.

De todas as desculpas que arrumo para não fazê-lo, a única que me parece forte o suficiente é a do “esse ganhei de presente e tem dedicatória”, as demais, que vão do “ele fica bonito na estante” ao “um dia pretendo relê-lo” não me satisfazem por mais do que cinco segundos, que é o tempo médio que levo para perceber a bobagem que são estes pensamentos. E, uma boa coisa é considerar, matematicamente, que, se você lê um livro e o liberta, e ele é lido por outra pessoa, o número de leitores daquele livro já sobe 100% - convenhamos, onde é que vamos arrumar um rendimento nessa taxa hoje em dia?

Assim como, apesar de válido, libertar um livro que não gostamos ou queremos ler de forma alguma é o caminho mais fácil para o bookcrossing. O que nos leva à figura dos “xodós”, que já foi tema de conversa no Twitter (lembram? Lembram?!) e que é o patamar que anseio chegar um dia. Se já é difícil libertar um livro, imagine um que tenha um – ou o – significado especial.

Nessa edição eu atinjo os “xodozinhos”. Aproveitei uma microférias que me dei no último fim de semana e libertei os seguintes livros:

A Culpa é das EstrelasJohn Green me enganou direitinho! Quando terminei a leitura de ACEDE, fiquei maravilhado com o livro, o autor, seus personagens, sua narrativa que não vitimizou os pacientes…mas, mesmo na época, eu já havia estranhado o tom “cabeça” demais de alguns diálogos dos personagens. Eu tenho que lidar com o fato de que sou um dos poucos que impedem que os livros do Green sejam uma unanimidade, e, na verdade, posso muito bem lidar com isso!

A Misteriosa Chama da Rainha Loana – Tinha muita vontade de ler algo do Umberto Eco desde que vi muita gente elogiando Baudolino. Deveria ter começado por ele, acho que “Loana” não foi uma boa pedida.

A Morte da Luz – Meu primeiro George RR Martin foi uma ficção científica clássica, daquele tipo onde se discute moral, ética, ciências sociais e etc, que faz todo e qualquer nerd feliz. Eu fiquei bastante feliz com ele: é cabeça, complexo, delicioso como só os grandes clássicos da FC podem ser – e, de quebra, me deu uma saudade danada dos tempos áureos do gênero por aqui.

Deixei os livros pela manhã, numa pequena sala de tv, e, ao retornar, à tarde, não estavam mais lá. Bom sinal?

Acho importante dizer que, apesar de o evento começar hoje e ir até o dia 16 – suas edições acontecem sempre em abril e novembro – a ideia não é, de forma alguma, limitar a iniciativa a essas datas. Pense como uma divulgação, é quando todos falamos sobre, mas nada nos impede de exercitarmos o desapego durante todo o ano.

Você pode acompanhar as participações através da página do evento no Facebook, assim como deixar lá sua contribuição – já libertou um livro, conte como foi! Para saber mais, visite o Luz de Luma.

E participem!

11 comentários:

  1. Oi Luciano!
    Quanto tempo não passava por aqui! Sempre bom participar do BookCrossing Blogueiro e ver os livros libertados de todos os participantes. Tentei ler esse do Umberto Eco e não consegui chegar ao final. Os demais não li também. Os meus vou libertar esse final de semana. Depois passa por lá.
    Bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Roseli, tudo bem? É mesmo sempre muito bom participar ;)

      Excluir
  2. Lembro, lembro!!! kkk... E sim, eu tenho tentado fazer do bookcrossing uma pratica cotidiana, assim, andei libertando pelos ônibus e integrações da vida alguns titulos ao longo do ano, não me arrependo e espero que eles estejam bem.

    Pensei em fazer algo diferente esse ano, mas acabei desistindo de uma ideia e pegando outra... estou esperando o desfecho delas para postar.

    Ah, mas sabe de uma coisa interessante que o bookcrossing fez comigo? Agora existem livros que eu compro sabendo que no final vou me desapegar deles. É engraçado isso.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pandora, também tenho pensado mais sobre os livros que á compro sabendo que não vou "guardar", acho que é um avanço bem vindo, já se pensa adiante e se prepara de antemão.....

      Dois abraços ;)

      Excluir
  3. Oi Luciano! Compartilho da ideia do BookCrossing também. Afinal, libertar um livro é uma festa. Parabéns pela sua participação. Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Oi, Luciano!
    O meu critério de seleção passa sempre pelo humor do dia. Já libertei livros que dizia para mim mesma que nunca iria fazê-lo. Você para para pensar que aquele livro que você diz que vai reler, nunca o será na realidade, porque você não tem tempo nem mesmo para colocar a leituras atuais em dia... pelo menos comigo é assim.
    Lembro da nossa conversa! Tem um livro que não desfaço. A capa dele é antiga e só de olhá-lo me bate um sentimento bom. Ele fica na cabeceira da minha cama :) e de vez em quando abro e leio aleatoriamente.
    Podemos praticar o BookCrossing o ano todo!! O BookCrossing Blogueiro serve para espalhar a ideia e mais pessoas entrarem nessa vibe!
    Obrigada por participar mais uma vez!!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Luma, tá difícil ler pela primeira vez o que já tenho aqui, imagina reler alguma coisa...é impensável. Eu tenho criado alguns laços fortes com certos títulos, mas já percebo a diferença entre os sentimentos, e, por aí, dá para peneirar bem...

      E, sim, tem livro que não dá para abrir mão ;)

      Excluir
  5. Que presentes belos, hein Luciano?!!
    A culpa é das estrelas é lindo!! Um livro que me emocionou bastante! Os outros dois ainda não li, mas já anotei aqui.
    O bom dessa blogagem é a descoberta de outros exemplares!!

    Lindo!!

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Suzana, eu fiquei meio assim-assim com o ACEDE depois que o li, e observando-o à distância.... mas, sim, o bookcrossing blogueiro é uma excelente oportunidade de se conhecer novos títulos ;)

      Excluir
  6. Da próxima vez que você quiser se livrar de livros bons assim, MANDE PARA MIM!!! Hahahahah eu acho a iniciativa ótima, e quero participar (preciso arrumar tempo, vou tentar essa semana), mas que dó desse George R. R. Martin não ter sido para mim =( Mas eu sou super a favor do desapego, aprendi a despegar e me sinto muito bem toda vez que dou nova casa a livros que não vão receber todo o amor que merecem de minha parte. Fiquei surpresa com sua relação com ACEDE, eu teria 200 exemplares desse livro facinho!

    ResponderExcluir
  7. Já ouvi diversos elogios ao livro "A culpa é das estrelas", mas como estou com um pela metade pra terminar de ler e + 2 na fila, vou esperar um pouquinho para pegar outro, rsrsrsrs.

    Adorei teu blog!

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar