6 de abril de 2011

A Sétima Torre II – O Castelo [Resenha #012]

A_SETIMA_TORRE__2__O_CASTELO_1271091214PApós passar por diversos perigos no grande Mar de Gelo, Tal, um jovem escolhido do castelo, que caíra da Torre Vermelha enquanto tentava conseguir uma nova pedra do sol para sua família , e Milla, membro do Clã dos Caçadores, um dos muitos clãs dos homens-do-gelo, que deseja se tornar uma Donzela Guerreira, finalmente chegam ao pé da Montanha da Luz, onde fica o castelo. Apesar de voltar para casa, Tal tem de se acostumar a viver num lugar que não pode mais ser chamado de seu lar, ou, antes, de um local seguro, já que o Mestre-das-Sombras Sushin continua a persegui-lo, e aparenta ter muita influência, mandando atrás dele a própria guarda-imperial.

 

Em O Castelo, segundo volume da série escrita por Garth Nix no Submarino , Tal percebe que seus inimigos – ou seja, Sushin – ficam mais fortes e influentes a cada dia, fazendo com que os dois garotos, mesmo com a ajuda de Tio Ebbitt, passem por maus bocados, chegando mesmo a se separarem, durante o que Tal tem uma importante pista do que acontecera a seu pai, Rerem.

Foi estranho ver o castelo tão hostil, a ânsia que Tal sentia em retornar era tão grande no livro anterior que até mesmo nos esquecemos dos perigos que este retorno representaria. É como os planos que fazemos na adolescência, que em nossa cabeça parecem perfeitos, mas se – e somente se – colocados em prática, deixam claras todas as suas fraquezas e defeitos. Por outro lado, ficamos sabendo que os poderes das Matriarcas são bem maiores que sua aparência deixa transparecer, e esta é uma grata surpresa. Mesmo com todas as dificuldades apresentadas – o que seriam das grande jornadas sem elas? – tamanha hostilidade serviu, ao menos, para que nos fosse apresentada uma terra que esperei ansiosamente para conhecer, assim como Tal para voltar ao castelo: finalmente conhecemos Aenir, o Reino dos Espíritos.

No final, gostei um pouco menos deste livro que de seu antecessor, A Queda. Por mais que o mundo explorado em A Sétima Torre comece a ser mostrado pelo autor, as coisas ainda não acontecem de fato, e os maiores segredos da série até então – onde estão Rerem e Graile – continuam sem resposta, isso quando não se tornam ainda mais sombrios. Não que isso faça do livro um título ruim, ao contrário, os segredos são tão bem guardados que ansiamos pela página seguinte. O que de fato ocorre é que, de uma forma geral, esperava mais de O Castelo. Quem sabe as coisas fiquem ainda melhores no terceiro livro, Aenir.

A Sétima Torre II – O Castelo (The Seventh Tower – Castle, 2000) Garth Nix – 217 páginas, Editora Nova Fronteira

2,5

 

.

7 comentários:

  1. Oie, tudo bem?

    Olha eu de novo por aqui, foi tão bom receber a sua visita.Adorei!! Já estou te seguindo e depois faço o mesmo no twitter, o meu é @Appromances.

    Beijos
    Blog Apaixonada por Romances

    ResponderExcluir
  2. Luciano, você faz a segunda resenha da série e sabe como me sinto, com uma enorme vontade de conhecer a Tal e o escritor. Outro nome estranho esse Rerem...rsrs...mas a aventura que o livro promete supera até esses nomes estranhos..rsrs...beijokas elis!!!!!!

    ResponderExcluir
  3. Olá Lulu, seja bem vinda de novo!

    Elis, as coisas ficam ainda melhores no terceiro e no quarto livro. A Sétima Torre me fisgou de vez.

    Vale a pena dar uma lida.

    Abraços.

    ResponderExcluir
  4. Ainda lerei a resenha anterior e esta, mas quero saber com antecedência se há algum spoiler explosivo nelas, rs.

    Olha, não sei se leste, mas escrevi uma resenha do livro do Pennac que li recentemente:
    http://jorge-leberg.livejournal.com/94989.html

    Abração!

    ResponderExcluir
  5. Jorge,

    Não tem spoilers muito importantes não, pelo menos tentei ao máximo não contar algo importante, mas uma coisa é certa: o melhor a se fazer é ler a série antes. Vai que algo me passou despercebido e estrague sua leitura.

    Abração, estou indo conferir o link.

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar