11 de maio de 2011

Meme literário: Leitor consciente

meme psiu silencio que eu to lendoRespondo este meme à convite do Jorge Leberg, que mantém o excelente A Escrivaninha do Psicótico (#leia), e é bastante interessante pois nos questiona em alguns pontos que na maioria das vezes passa completamente despercebido, como por exemplo por que comprar um livro se temos bibliotecas (ou deveríamos ter)? Na verdade, não sei se sou um leitor consciente, já que algumas vezes sou levado impulsivamente a comprar alguns livros mesmo sabendo que somente terei chance de lê-lo dali há muito tempo. Em consequência disso, minha lista de livros a ler é bastante grande, mas de algum tempo para cá venho me controlando. Bom, se não sou consciente, estou me esforçando para ser Alegre

1º – Por que entre tantas atividades você prefere ler?

No país do futebol, não saber jogar é um problema sério nos momentos livres enquanto se é criança. Eu era – muito – ruim, e nas aulas de educação física um amigo tinha que jogar por nós dois. Mas, falando francamente, nunca gostei de jogar futebol, pouco gostei de esportes, então a melhor, e mais barata, alternativa era ler os livros disponíveis na biblioteca. Sempre fui incentivado a ler por meus pais, então isso nunca foi para mim um “prêmio de consolação”, mas sim uma prioridade nos momentos de lazer. Hoje, leio porque lendo posso me transportar para lugares e situações que as mais diversas e imagináveis limitações me impediriam de vivenciar. Ler é um pouco viver a vida de outro. Isso é bacana, ao menos nos livros.

2º Por que gosta de ler livros físicos (na era da internet muitos leem por ela)?

Detesto ler no computador! Isso, claro, quando se trata de livros: passo muito tempo lendo os mais variados blogs, que me alimentam com informações sobre meus gostos pessoais, mas não consigo ler um livro no computador: é chato, bocejo diversas vezes, e meus olhos sempre reclamam. Ainda sou do time que prefere o livro físico, a sensação do toque.

3º Por que comprar livros (poucos usam as bibliotecas ultimamente)?

Uso muito as bibliotecas daqui. Temos duas: a municipal, inaugurada a cerca de dois anos, e a da escola estadual, que sempre foi minha maior fonte, mesmo depois de ter me formado – e não há como agradecer as bibliotecárias responsáveis por continuarem me dando crédito oito anos após ter terminado o colegial. O problema é que o acervo é bastante pequeno, já que doações são raríssimas, e ambas dependem de doações do governo estadual e/ou federal, assim novidades custam a chegar, e para quem sempre leu muito, como eu, as opções se tornam escassas rapidamente. E, quando isso acontece, só me resta comprar, mas, para o bem de todos, ando pensando duas vezes antes de fazê-lo.

4º De onde vem seu incentivo de leitura, os blogs literários tem alguma influência nele?

Sempre fui incentivado a ler por meus pais, tanto que saí da pré-escola lendo – com supervisão – e sempre tive muita sorte com as bibliotecárias, que ao menos por aqui são bem diferentes daquelas estereotipadas de filmes. Já descobri muita coisa boa por causa delas, como Jack London, Andrey Wood e Milton Hatoum, entre outros. Os blogs tem um papel importante na sugestão de títulos, que sempre procuro seguir.

5º Você lê o que está na moda ou segue algum escritor que te agrada?

Nas duas vezes mais recentes que li o que estava na moda me deparei com o indigesto “A Cabana” e com o Harry Potter greco-americano do Rick Riordan, então definitivamente parei com isso.  Sempre que posso procuro ler meus escritores favoritos, dentre eles Agatha Christie, Isaac Asimov, Ray Bradbury e Robert Crais. Por sinal, ainda estou esperando o lançamento nacional do novo livro do pai do melhor detetive do mundo.

6º Ler um livro atrás do outro faz bem?

Claro! Para quem gosta de ler é a melhor coisa que existe.

7º Indique blogs amigos para responder ao Meme e avise-os.

Todos os visitantes do blog estão convidados a responder ao meme, se desejarem.

13 comentários:

  1. (...) leio porque lendo posso me transportar para lugares e situações que as mais diversas e imagináveis limitações me impediriam de vivenciar. Ler é um pouco viver a vida de outro. Isso é bacana, ao menos nos livros. [2]

    Resposta perfeita. Esse talvez seja também o maior motivo, aliado ao prazer estético e à busca pelo aprimoramento intelectual e crítico, pelo qual amo os livros, amo a literatura, e gosto tanto de viajar através deles. Já escrevi algumas vezes a respeito dessa busca do outro por intermédio da literatura e de outras artes: para nos encontrarmos, através do outro eu me conheço, adquiro mais autoconsciência, me experimento e, vá lá, por vezes, me completo; e para vivenciarmos em certa medida, até o grau máximo de "toque" que o contato com a palavra permite, situações e experiências que de outra maneira, na vida prática, jamais ou difilmente nos ocorreriam. Abração!

    ResponderExcluir
  2. Jorge,

    Acredito que seja a somatória. Além de nos permitir vivenciar o, por algum motivo, impossível; ler nos propicia sensações geradas pelo ato de ler, como você citou lá em seu post, e o aprimoramento intelectual. Ler é um nobre esporte, mas com uma seleção de poucos jogadores.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Luciano,
    fazia tempo que não aparecia por aqui, vida compicada, rs
    Gostei demais das suas respostas, comecei a ler aos 5 anos, estava de repouso por doença e fui alfabetizada por minha avó. Depois disso passei amar a leitura, pois podia brincar nos livros, fiquei mais duas ezes em repouso absoluto num total intervalado de 3 anos, até os 12 anos.
    Gosto de bibliotecas mas não tenho nenhuma por perto e também acho impensável ler um livro na Net como folhear, marcar a página e etc.
    bjs
    Jussara

    ResponderExcluir
  4. Os comentários que postei ontem desapareceram. Repostarei aqui e no outro texto.

    (…) leio porque lendo posso me transportar para lugares e situações que as mais diversas e imagináveis limitações me impediriam de vivenciar. Ler é um pouco viver a vida de outro. Isso é bacana, ao menos nos livros. [2]

    Resposta perfeita. Esse talvez seja também o maior motivo, aliado ao prazer estético e à busca pelo aprimoramento intelectual e crítico, pelo qual amo os livros, amo a literatura, e gosto tanto de viajar através deles. Já escrevi algumas vezes a respeito dessa busca do outro por intermédio da literatura e de outras artes: para nos encontrarmos, através do outro eu me conheço, adquiro mais autoconsciência, me experimento e, vá lá, por vezes, me completo; e para vivenciarmos em certa medida, até o grau máximo de “toque” que o contato com a palavra permite, situações e experiências que de outra maneira, na vida prática, jamais ou difilmente nos ocorreriam.

    ResponderExcluir
  5. Bom dia, Luciano!
    Aqui em Porto Alegre temos uma biblioteca pública com uma construção antiga simplesmente maravilhosa! Quando eu era adolescente, passava tardes inteiras lá dentro, lendo desde Monteiro Lobato a livros de pesquisas pro colégio. Hoje em dia ela está fechada para reformas (não sei há quantos anos) e também não sei quando reabrirá... coisas de governo que entra e sai e não libera verbas pra educação, sabe como é... sempre que passo lá na frente sinto uma nostalgia gostosa, quero que reabra logo, foi o espaço mais lindo que já vi na minha vida. Espero que não "modernizem" a construção antiga, espero sinceramente que só restaurem o que era necessário e tão lindo!!!

    Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Olá Jussara,

    É muito bom quando, na infância, temos guardiões que nos ensinam coisas tão maravilhosas quanto o amor pela leitura. Somo privilegiados por isso.

    Beijo e bom fim de semana.

    ResponderExcluir
  7. Grande Jorge,

    Há a promessa de que os comentários apagados pelo bug do Blogger sejam repostados. Ficamos na torcida.

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  8. Du!

    Também era frequentador assíduo de bibliotecas. Até hoje sou, mas as horas de trabalho deixam os horários disponíveis bastante reduzidos.

    Por aqui as construções são bastantes simples, mas imagino como não deve ser bela uma biblioteca num prédio antigo.

    Beijão.

    ResponderExcluir
  9. Ainda bem que eu havia postado os dois comentários no Tumblr. São esse acima e o outro sobre Beirut, no post da primeira sexta-feira musical. Abração!

    ResponderExcluir
  10. Jorge,

    Antigamente usava o Cocomment para gerenciar os comentários que fazia, mas ele ainda não funciona no Firefox 4. Até lá fica sempre a incerteza se o Blogger não vai gripar novamente. E como bem diz minha avó: O seguro morreu de velho!

    Abração.

    ResponderExcluir
  11. Gostei das suas resposta Lu, mas eu acho que não sou muito consciente, já que tenho mais livros do que posso ler, e leio um atras do outro...dia 26 foi feriado aqui na minha cidade e entao a empresa onde trabalho fez feriadão e adivinha já li dois livros....kkkkk....então concordo que ler um atras do outro faz bem...rsrsrs....beijokas elis

    ResponderExcluir
  12. Elis,

    Estou me esforçando para ser um leitor consciente, mas não sei se conseguirei, pois sempre compro algo. Estou numa fase de compar quadrinhos, então, como são bem mais baratos que livros, acabo levando um número maior para casa, e os volumes vão se acumulando. Espero tirar férias em breve, aí vou poder reverter a situação.

    Beijo!

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar