24 de julho de 2013

Liberta-me, de Tahereh Mafi [Resenha #137] + Promoção {Resultado}

Liberta-me 

 

Sinopse: Liberta-me é o segundo livro da trilogia de Tahereh Mafi. Se no primeiro, Estilhaça-me, importava garantir a sobrevivência e fugir das atrocidades do Restabelecimento, em Liberta-me é possível sentir toda a sensibilidade e tristeza que emanam do coração da heroína, Juliette. Abandonada à própria sorte, impossibilitada de tocar qualquer ser humano, Juliette vai procurar entender os movimentos de seu coração, a maneira como seus sentimentos se confundem e até onde ela pode realmente ir para ter o controle de sua própria vida. Uma metáfora para a vida de jovens de todas as idades que também enfrentam uma espécie de distopia moderna, em que dúvidas e medos caminham lado a lado com a esperança, o desejo e o amor. A bela escrita de Tahereh Mafi está de volta ainda mais vigorosa e extasiante.

Esta resenha pode conter revelações incômodas para quem ainda não leu “Estilhaça-me”. Avisados? Então pulem a  resenha e dirijam-se ao final do post, para participar da promoção  valendo um exemplar de “Liberta-me”.

Pra você que ficou, tenho de dizer que “Estilhaça-me” foi um dos livros que mais me agradaram no ano passado, trazendo um mundo caótico, um governo opressor, e uma protagonista pirada graças a  um “dom” que ela não gostaria de ter, por ter sido abandonada pelos pais, e por não poder tocar ninguém. Imaginem uma vida sem um abraço. Juliette me ganhou por ser uma personagem com uma psique tão intrincada e que transparece de forma bastante surpreendente no texto da autora com o uso de sobrescritos.

No fim de “Estilhaça-me” a autora traçava um caminho que, tudo fazia crer, terminaria em um mundo mais fácil de se viver para Juliette, ao lado de Adam, uma das poucas pessoas que pode tocá-la sem se ferir e que, ainda por cima, a ama. Eu me preocupei com este horizonte um tanto colorido, que contrastava bastante com uma Juliette que sempre imaginei bicolor, vendo um mundo em branco e preto. Temia pelo tom que pudesse ser dado para “Liberta-me”. Até que ponto um ambiente amigável transformaria aquela confusão que fora sua principal característica no livro anterior?

Bom, no meio do caminho a Editora Novo Conceito disponibilizou um e-book, considerado como volume 1.5 da trilogia, chamado “Destrua-me”, onde o leitor pode tomar conhecimento da versão de Warner, o vilão de “Estilhaça-me”, para diversos fatos, como a captura de Juliette, sua atração por ela, como ele encara o “O Restabelecimento”, e as razões de ele ter se tornado a pessoa que é.

No Twitter choveram blogueiros dizendo que passaram a amá-lo, por terem descoberto as raízes do mal de Warner, e que ele não era culpado por seus atos, visto que eles partiam de um comportamento que fora moldado por uma mão dominadora; como se um sofrimento anterior anulasse um crime futuro. Será mesmo? Eu discordo fortemente. Quer dizer que é legítimo que toda pessoa que se sinta injustiçada possa cometer um crime?  Isso pode explicar as origens, mas daí a validá-los há uma distância enorme que eu espero ainda sejamos humanamente capazes de apreciar.

Ao começar a leitura de “Liberta-me”, tinha pra mim que uma coisa era inevitável: uma guerra entre os habitantes do Ponto Ômega – um lugar onde Castle, o chefe, abrigara centenas de pessoas com dons sobrenaturais assim como Juliette – e o “O Restabelecimento”, uma iniciativa que, no passado, quando o planeta entrara em colapso, tinha como discurso serem os únicos aptos a restabelecer a ordem planetária, acabando com a degradação ambiental, as mazelas sociais e etc., mas que se mostrara uma via de mão única para tomarem o poder e, através da opressão, manterem-se nele.

Uma evolução no enredo é que agora a autora tem de lidar com uma Juliette rodeada por outros personagens: ela não é mais aquela adolescente abandonada sozinha num hospício, ou, quando muito, na companhia de Warner e seus capangas que não lhe dirigiam palavra, ou de Adam e seu irmão, James. Aqui Juliette tem de se esforçar para tecer laços, criar relacionamentos, mas não que ela tenha de ser a garota mais popular do lugar, o que se pede, aqui, é que ela desenvolva habilidades sociais que, durante toda sua vida não teve a chance de exercitar; então ela vai criando afinidades, não sem dificuldades, e até mudei minha opinião a respeito de alguns personagens com quem ela tem contato.

Com isso, o instrumento narrativo que mais ganhou destaque, pra mim, no livro anterior, os sobrescritos, ficaram mais raros, simbolizando, acredito, um amadurecimento dela como pessoa, sem a necessidade de guardar tanto para si, sem pensar tantas coisas obscuras. Mas se tem algo pelo qual eu congratulo a autora é por não promover mudanças definitivas que destoem do que foi construído até aqui. Juliette continua confusa, com problemas de comunicação, e o tanto de informação e sentimentos que guarda para si ainda a faz ter reações superlativadas, em especial com relação às sensações táteis.

Partindo do princípio de que segundos volumes de trilogias são difíceis de se trabalhar, pois não tem, sob o ponto de vista da série, começo nem fim, Tahereh Mafi fez um trabalho esplêndido, mais maduro, inseriu elementos de ação que se mostraram bastante competentes, fez com que as personagens tivesse de enfrentar ainda mais desafios, e de quebra abriu um leque de opções narrativas que só fazem me sentir cada vez mais ansioso para a conclusão da série.

Gostei ainda mais que do anterior. Agora sou ainda mais fã. E Warner, pra mim, ainda é o cara mau.

 

Liberta-me - Trilogia Estilhaça-me Livro 02, de Tahereh Mafi (Unravel me, 2013 Tradução de Bárbara Menezes, 2013) – 448 páginas, ISBN 9788581632353, Editora Novo Conceito. [Comprar no Submarino]

{A-}

 

PROMOÇÃO


A Editora Novo Conceito nos disponibilizou um exemplar do livro para sorteio; para participar basta seguir os passos indicados no Rafflecopter após fazer o login. Lembre-se de que é necessário que você possua um endereço de entrega válido aqui no Brasil.

 a Rafflecopter giveaway

Parabéns Ana Flávia!

Você tem até o dia 6 deste mês para responder com seus dados ao e-mail que lhe foi enviado :)

E muito obrigado a todos os que participaram!

Serão aceitas inscrições ate o dia 30 de Agosto, e o resultado sai até o dia  03 de Setembro. Assim, o vencedor terá até o dia 06 de Setembro para se manifestar através do e-mail que lhe será enviado logo após o sorteio.

O blog não se responsabiliza por encomendas extraviadas e/ou por objetos retornados por não ter encontrado quem o recebesse no endereço fornecido pelo ganhador.

Em caso de dúvidas, deixe-as nos comentários ou entre em contato comigo através do e-mail lucianoassantos@gmail.com .

Nossos agradecimentos para a Editora Novo Conceito, que disponibilizou os livros para sorteio.

Para ver todas as promoções do blog, clique aqui. Recomendo que assine o feed do blog, para que o receba via e-mail, e assim ficará por dentro de todas as atualizações.

Boa sorte ;)

 

54 comentários:

  1. Oi Luciano, como vai?
    Voce acredita que ainda nem li Estilhaça-me?..rs
    Queria muito ler, é tanta coisa..rs
    Por isso passei o olho assim só na resenha para não pegar muitas informações.
    Apesar de não ter o primeiro, vou participar do sorteio.


    leleverdao41@gmail.com

    beijos
    livrosvamosdevoralos.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leticia, vale muito a pena investir na série, ela é uma de minhas favoritas até agora.

      Excluir
  2. Tive que pular metade da resenha por causa do conteúdo sobre o primeiro livro, mas pelo que entendi a narrativa está bem mais amadurecida, assim como o enredo e os personagens.
    Tenho lido sobre Liberta-me e pelo visto todo mundo está curtindo muito mais do que Estilhaça-me. Tenho o primeiro e pretendo ler em breve. Espero gostar da série.
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ana Paula, é melhor assim, caso contrário se corre o risco de ter uma surpresa incômoda ;)

      Excluir
  3. Me senti um pouco incômodo com a leitura de Estilhaça-me no ano passado. Não gostei das palavras grifadas, me distraia constantemente. Fico feliz em saber que nesse livro, não existe tanto. E vou participar dessa promoção e quem sabe eu não ganho? Estilhaça-me ganhei num sorteio.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Lucas, muita gente não gostou dos sobrescritos, pra mim foi o melhor do texto, mas é como sempre acontece: um livro nunca vai agradar a todos. Neste livros eles são mais raros, o texto flui mais "limpo".

      Excluir
  4. Tô nervosa para ler logo "Liberta-me".
    Não entendo, de verdade, como podem não ter gostado de "Estilhaça-me".
    Gente, eu DEVOREI este livro! Ele é muito empolgante. Sério!

    Agradeço por você não ter liberado spoilers e tem sido difícil ler resenhas assim.

    Agora, estou com o livro 1.5 no pen drive, mas só o lerei quando eu tiver "Liberta-me" em mãos. Confesso que estou balançada sobre Warner vs. Adam...

    Ai meu pai...

    Adorei a resenha!
    Estou torcendo para ser a vencedora do livro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniela, eu gostei muito do "Estilhaça-me", muito mesmo, mal via a hora de ter o "Liberta-me" em mãos ;) Ah, tomara que goste deste ;)

      Excluir
  5. Não li ainda Estilhaça-me, mas está em minha lista de desejados (rs). Essa sua resenha é uma das únicas de Liberta-me que li, porque estava me privando de spoiler (rs). Vc só fez aumentar minha vontade de conhecer esse livro. A verdade é que quando o primeiro volume foi lançado, estava atolada de atividades. Eram muitas! E estava lendo a série Psy-Changeling, que amooooo! Então o tempo passou e não fui atrás do livro outra vez. :/ Acho que está na hora de remediar isso e conhecer de uma vez por todas essa série que parece MUITO interessante.
    Ah, mesmo sem conhecer a história (e por isso não poder opinar muito sobre sua resenha), acho que certamente virarei fã depois que ler. :D Assim como você.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Francine, eu tentei ser muito cuidadoso com esta resenha pra não entregar nada, não sei se consegui, mas posso garantir que em "Liberta-me" existem ainda mais surpresas que no primeiro livro da série.

      Excluir
  6. É difícil resenhar continuações de séries! Difícil ler também... eu estive e ainda estou com vontade de ler Estilhaça-me, mas ainda não li porque sou o tipo que adia as coisas #Confesso Mas, se a autora cresce do vol. 1 para o vol. 2 então o livro fica ainda mais presente em minha lista!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pandora, é muito difícil! A probabilidade de se entregar algo é enorme, tentei ser cuidadoso aqui! Eu acho que ela é uma autora bem mais madura nesse volume, as coisas seguem uma crescente que muito me agrada. Vale ler ;)

      Excluir
    2. Eu me surpreendo com a minha capacidade de adiar as coisas. Quase um ano de adiamento. Uau!!! Tive que voltar para ler a resenha, não ia comentar porque estou logada com a estante e com preguiça, mas vou comentar assim mesmo.

      Eu concordo com tua analise, ainda não li o livro 1.5, tenho a impressão que o bom moço Adam perdeu espaço e receio que a Tahereh não vai deixar ele terminar com a Juliet, mas honestamente não da para justificar os atos do filho pelas ações do pai Isso é dizer que o meio determina quem somos e bem acho que essa ideia já foi desbancada há muito, o meio tem influencia sob quem somos, mas não determina.

      Ah proposito, sinceramente, acho que a Juliet não ama nem um nem outro, o que ela sente é tesão mesmo... Fogo puro! Ela tem 17 anos poxa!!! Apesar de ser uma moça generosa e humana e levar em conta muitas coisas quando se detêm seu olhar sobre os meninos, tanto ela quanto eles são adolescentes ou no máximo pós-adolescentes... Queria que a Tahereh Mafi chutasse o pal da barraca e não desse aquele final clichesão com a protagonista escolhendo entre um e outro decidindo quem ama mais. Não é saudável casar, ou algo semelhante, aos 17 anos e sinceramente, meu feminismo grita contra o conservadorismo desses finais nas trilogias adolescentes... Acho até que estou em vias de romper com elas por um tempo.

      Pandora.

      Excluir
  7. Eu li resenhas muitas resenhas positivas desta série, mas acho que vou deixar passar. Tem potencial, mas eu me apego a certos detalhes que talvez me fizessem ter birra com esses livros...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Hahaha! Tem série que não dá vontade de ler mesmo, não tem jeito.

      Excluir
  8. Oi Luciano!
    Eu estou tão ANSIOSA para ler esse livro. Estilhaça-me também foi uma das minhas melhores leituras de 2012 e a minha ansiedade só cresce em torno dele. Minha visão do Warner não mudou em Destrua-me, mas eu já gostava dele, então... hahaha
    Espero ter uma experiência tão boa quanto você.

    Um beijo,
    Luara - Estante Vertical

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. LUara, eu estava assim também, tanto que o deixei algumas semanas de castigo pra euforia de tê-lo em mão passar. Mas não adiantou muito, adorei - de novo - a escrita da Tahereh!

      Excluir
  9. Ooooooi!!
    Olha, acho que você é o primeiro que eu vejo que gostou mais de Liberta-me do que de Estilhaça-me kkkkkk
    Eu ainda não li Liberta-me mas quero muitoooo ler, mal posso esperar. O meu personagem favorito é o Kenji kkkkk ele é muito engraçado mesmoooo!

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Nicole, eu também tive essa impressão lendo outras resenhas, mas, pessoalmente, gostei do desenvolvimento que a autora deu à história, eu estava meio preocupado com os rumos que ela pudesse tomar. Agora aguardo ansioso a continuação.

      Excluir
  10. Olá.
    Nossa sua resenha ficou ótima.
    Olha já li o primeiro e o 1.5 e quero muito ler Liberta-me.
    Destrua-me realmente foi bom para sabermos através dos olhos de Warner rrs mas também ainda acho que ele é mau.
    O primeiro não achei com tanta ação e espero que o segundo supere ele.
    haha conhecendo o blog hoje ^^
    Bjus
    Tamires Cipriano.
    http://de-tudo-e-um-pouco.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tamires, eu achei o 1.5 muito diferente da narrativa dos livros da cronologia"oficial" da série, mas, se você já gostou dele então tem boas chances de adorar os outros ;)

      Excluir
  11. Oi Luciano, tudo bom contigo?
    "Quer dizer que é legítimo que toda pessoa que se sinta injustiçada possa cometer um crime?" adorei essa sua frase. O livro que escrevo é basicamente um ensaio desenvolvendo esse pensamento.
    Eu adorei sua resenha e concordo muito com ela, em vários sentidos. Eu achava a escrita da Tahereh um pouco imatura demais no primeiro livro, mas agora tanto Juliette quando a narrativa atingiram um novo patamar, e a protagonista parece mais capaz de lidar com seus próprios demônios, mesmo desabando de vez em quando. Lembra-se da tatuagem de Warner com a citação de Sheakspeare? Acredito que a trilogia toda se baseia nisso: aceitação, perdão e, acima de tudo, a luta contra o errado.
    Eu gosto do Warner, mas isso desde a primeira aparição dele, e ainda não li Destrua-me, não faço ideia do que ele passou neste conto. Não acho que um passado conturbado justifica um crime, mas acho que um crime pode justificar um passado conturbado. Esse é o sentido da vingança, no fim das contas.
    Acho que tenho me apaixonado demais pelos vilões '-'

    Beijos!
    www.nathlambert.blogspot.com

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Natha, certeiro o seu comentário, assino embaixo.

      Excluir
  12. OIE,

    Quando comecei a ler a resenha pensei: - Será que devo ler? vai que tivesse um grande spoiler...sausuhas...ainda bem que não teve....só posso dizer que depois de amar Estilhaça-me e você me informar que Liberta-me é bom, só posso dizer que vou amaaaaaar, vou procurar ler assim que der. Adorooo seu espaço aqui amigo...\o/....Beijokas Elis
    http://amagiareal.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Elis ;) se você gostou tanto assim do "Estilhaça-me" tem tudo pra gostar do "Liberta-me",ele é bem mais maduro que o anterior. Espero que goste.

      Excluir
  13. Parabéns pela resenha, ficou ótima! Estou doida para ler! Conheci a "série" quando dei de presente "Estilhaça-me" a uma amiga e ela amou o livro! Agora estou com mais vontade de ler esses livros! bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Larissa, se puder leia, acredito que vá gostar ;)

      Excluir
  14. Oi, Luciano!!
    Ainda não li nenhum livro de Tahereh Mafi e a sua resenha tão elogiosa, me encheu de curiosidade!! Vou esperar o sorteio antes de me aventurar na leitura! Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Luma ;) O primeiro livro, "Estilhaça-me", me surpreendeu muito, e "Liberta-me" só veio confirmar isso, nele a autora está ainda melhor. Gostei bastante ;)

      Excluir
  15. Também não cai nessa de Warner S2. Sempre gostei mais dele do que do Adam, mas como personagem, por ele aparentar ser mais complexo e bem construído. Achei que a Tahreh falhou bastante em alguns pontos, principalmente na escrita - continuou sendo poética e inovadora, mas achei artificial em algumas passagens...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isabel, eu não consegui olhar Warner com bons olhos no primeiro livro, e no 1.5 os argumentos da autora pra "maldade" dele não me convenceram. Porém, em "liberta-me" Adam está tão assim-assim que não sei viu, minha torcida pode até virar.

      Excluir
  16. Oi Luciano!
    Ao contrário de você (e da maioria dos blogueiros) eu detestei Estilhaça-me... Nem me interesso em continuar a ler essa série :(

    Beijos,
    Sora - Meu Jardim de Livros

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ih, Sora, isso acontece. Teve muita gente que não se identificou com "Estilhaça-me"...

      Excluir
  17. Não li nenhum dos livros da série. Penso que devo seguir seu conselho e ler o primeiro antes desse. Boa resenha, bem esclarecedora. Valeu! \0/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tânia, recomendo mesmo que leia na ordem: "Estilhaça-me", "Destrua-me" e "Liberta-me". Fica mais fácil assim ;)

      Excluir
  18. Não Li o primeiro livro ainda então dei apenas uma olhadinha por cima da resenha. Mas o importante é saber que vc gostou e está ansioso pelo terceiro livro, assim fico bem empolgada, já que só costumo ler uma serie qdo todos os livros já foram lançados e comprados por mim. Bjksssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mey, melhor você fazer isso, assim, quando ler, tira suas próprias conclusões ;)

      Excluir
  19. Eu li o primeiro livro e AMEI! Comecei agora a ler Destrua-me e por enquanto está apenas legal. Ainda acho o Warner um doido de pedra kkk Desde o lançamento estou ansiosa por essa leitura. Quero muito saber o que vai acontecer com a Juliette e o Adam *-* Estou torcendo por eles ^^

    Bjs
    @tibiux

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Karen, eu acho que o pessoal surtou no Twitter com "Destrua-me" mas não vi motivos pra tudo isso não. É bem melhor ir com calma ;)

      E, concordo, Warner é muito doido!

      Excluir
  20. Eu preciso muito desse livor, tenho que ler a continuaçãao!!

    ResponderExcluir
  21. Ja li o Primeiro livro e simplesmente amei não vejo a hora de ler esse livro

    ResponderExcluir
  22. Eu já li a trilogia, eu adorei a narração, adorei a forma como a autora colocou tudo, adoorei os "rabiscos" E bom, o Warner é o meu personagem favoorito. *-* Adoooro cara mal '-'. Será que ela nao vai fazer um quarto livro nao gente?? haha, mto viciada eu. ;**

    ResponderExcluir
  23. am oessa serie e principalmente ñ é por causa dos protagonistas e sim por causa do vilão o WARNER ele é perfeito.

    ResponderExcluir
  24. Participando *_*
    crisam_08@hotmail.om

    ResponderExcluir
  25. Li Estilhaça-me e gostei, apesar de esperar mais. Quero ler Destrua-me e Liberta-me agora :D

    ResponderExcluir
  26. Resenha bem escrita, abordando o conteúdo de forma inteligente, nos dando uma boa noção sobre o enredo, vale a pena conferir.

    ResponderExcluir
  27. Achei a sinopse desse livro muito interessante, e a resenha me fez querer ler mais ainda. Achei a capa tão linda! Estou louca para ler :)

    ResponderExcluir
  28. Eu li o primeiro livro e estou um pouco hesitante em ler esse, o segundo. Achei que a capa poderia ter sido melhor, mas do mesmo jeito ta linda. A sinopse me chamou muito atenção, mas estou com medo do jeito que a autora irá conduzir a série, já que, na maioria doas vezes, quando o primeiro livro é muito bom, o segundo não consegue corresponder as expectativas e acaba deixando um pouco a desejar, mas com certeza estou muito ansiosa para saber o que vai acontecer com Juliette. Eu amo todos os personagens, principalmente o vilão e estou muito curiosa, principalmente depois de ler sua resenha.

    ResponderExcluir
  29. Eu ainda não comecei a ler a serie só vejo todo mundo dizer que é boa e fico lendo as resenhas pra ver se vou continuar a leitura depois da primeira ai nem compro o restante, parece ser boa bom vamos ver quando sair o restante.Gostei muito da sua resenha vou querer acompanhar por aqui o que acha, só tenho o primeiro livro.

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar