16 de maio de 2011

A Sétima Torre V–Em Guerra, de Garth Nix [Resenha #018]

Em GuerraOMG! Acabei de ler o quinto volume de A Sétima Torre, Em Guerra, então esta resenha será escrita na mesma velocidade que minha mente está pensando, extasiada pelos acontecimentos narrados no livro. Para começo de conversa, a guerra entre Escolhidos, Homens-do-Gelo, Resistentes e Espíritos-Sombra é eminente e inadiável. Nada pode ser feito para mudar este fato, então o melhor a se fazer é se preparar e partir para a luta. Na esperança de poder deter seu maior rival, Sushin, Tal vai para Aenir na tentar avisar a Imperatriz que seu vizir das Sombras é um traidor. Porém, mesmo com todos os perigos pelos quais passa, Tal descobre uma amarga verdade – seguida de uma grande revelação – que mudará o que ele é para todo o sempre – acredito eu, mas veremos no último volume.

De sua parte, Milla e os Homens-do-Gelo reúnem seu exército para invadir o Castelo a fim de que possam manter o véu, a única proteção efetiva contra os Espíritos-Sombra, que, já sabemos, não são tãos subservientes assim. E a jornada de Milla é extremamente interessante, pois encontra-se ocupando aquele que talvez seja o “posto” mais importante de seu povo, sendo que momentos antes pensava que se lançar ao gelo seria seu destino. Assim, será que Guerreiras-Mãe e Matriarcas obedecerão às suas ordens? Falando em se lançar ao gelo, o único homem capaz de andar descalço sobre ele, o Xucro Jared Nadensangue vem para o jantar! E isso é uma grande notícia.

- Deseje-me luz e sorte, Alteza.

- Luz e sorte.

Enfim, a guerra é eminente, excitante e envolvente, e  Garth Nix no Submarino se mostra em sua melhor forma na série: ágil, fácil e direto. Há grandes surpresas para Tal e para Milla, numa guerra onde buscam salvar seus povos, mesmo sabendo das profundas mudanças que isto trará para ambos os lados. Por sinal, Milla é muito mais esperta que Tal. Sério! Tal é um imbecil mimado. Os únicos momentos onde consegue um triunfo se dá quando pensa como os Homens-do-Gelo. Até torço para que “botem” fogo no Castelo.

Assim, nos aproximamos do fim da série, e o último volume, A Grande Pedra Violeta, promete muitas surpresas. Pessoalmente, estou ansioso para saber como será o convívio entre os diferentes povos após a guerra. Se, na paz – conveniente para alguns, diga-se de passagem – já haviam abusos e animosidades, como as coisas ficarão após uma luta que promete ser de vidao ou morte? Veremos.


+ da série:


A Sétima Torre V – Em Guerra (The Seventh Tower – Into Battle, 2001) Garth Nix – Tradução de Maria Helena Rouanet; 237 páginas; ISBN 8520915175;  Editora Nova Fronteira.

4,5

 

.

4 comentários:

  1. Ei Luciano eu adoro essa série! Garth Nix criou um universo muito legal, depois com mais calma vou ler as resenhas que tu fizestes para os outros livros ;)
    estrelinhas coloridas...

    ResponderExcluir
  2. Mi, tenho que ler o último volume, espero fazê-lo até o fim do ano, estou curioso para saber o que acontece com Tal. Nix me fisgou de jeito, já ando procurando outros livros dele para ler...

    Grande abraço.

    ResponderExcluir
  3. Gente estou lendo ele por causa da escola... Mas é muito legal mesmo, no começo da história o livro te prende e voce não consegue mais parar de ler...

    ResponderExcluir
  4. Bom para começar,os livros de garth nix são otimos, ja li os primeiros 2 da coleção As chaves do reino, e achei impressionante o jeito que ele descreve a historia presionando o leitor cada vez mais a não perder uma linha do livro,e se os outros livros dele são tão cheios de hitoria realista e ao mesmo tempo fantasiosa gostaria de ler todos,ja perquisei só que cada vez se torna mais impossivel achar eles em portugues,se alguns de vcs tiverem esses livros em pdf e em portugues gostaria que me enviassem todas as coleções deles não faltando nenhum,gostaria mesmo que vcs me ajudassem,meu email lucasvassoler01@gmail.com,obrigado!!!

    ResponderExcluir

Olá, seu comentário é muito importante para nós.

Nenhum comentário aqui publicado sofre qualquer tipo de edição e/ou manipulação, porém o autor do blog se reserva o direito de excluir todo e qualquer comentário que apresente temática ofensiva, palavras de baixo calão, e qualquer tipo de preconceito e/ou discriminação racial, estando assim em desconformidade com nossa Política de Privacidade.

Oscar